Copom reduz juros para 4,25% e descarta novo corte em março

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu por unanimidade, nesta quarta-feira (05/02) reduzir a taxa básica de juros de 4,5% para 4,25% ao ano. É a quinta vez consecutiva que o Copom baixa a taxa de juros, levando-a para uma nova mínima histórica.

O mercado financeiro já esperava a medida, cravando os 4,25% na pesquisa semanal que o Banco Central faz com analistas que operam no mercado. A atenção do mercado estava voltada para os termos do comunicado do órgão, tentando decifrar se ele deixaria a porta aberta para um novo corte na reunião de março.

Mas o Copom indicou que deve interromper os cortes na taxa Selic."O Copom entende que o atual estágio do ciclo econômico recomenda cautela na condução da política monetária. Considerando os efeitos defasados do ciclo de afrouxamento iniciado em julho de 2019, o Comitê vê como adequada a interrupção do processo de flexibilização monetária", diz o texto.

"O Comitê enfatiza que seus próximos passos continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação, com peso crescente para o ano-calendário de 2021".


Fundos de Pensão