CPI pede solução para déficit das fundações

Edição 276

Durante reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos fundos de pensão, na Câmara dos Deputados, os parlamentares aprovaram o pedido do relator da CPI, Sergio Souza (PMDB-PR), ao Conselho Nacional de Previdência Complementar (CNPC) para que os fundos de pensão tenham um prazo maior que três anos para recompor seus deficits.
Segundo a Agência Câmara de Notícias, o deputado Raul Jungmann (PPS-PE) acrescentou, contudo, que o equacionamento seja arcado apenas pela patrocinadora das fundações, sem as contribuições extraordinárias dos participantes. Segundo Sergio Souza, o governo não demonstra uma intenção direta de mudar as regras para o equacionamento do déficit, por isso, a proposta visa proteger os beneficiários dos planos.