CVM revoga medida cautelar que restringia atuação da Vórtx DTVM em ofertas públicas

O Colegiado da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) determinou a revogação da medida cautelar de 20 de julho que restringia a atuação da Vórtx DTVM no âmbito de ofertas públicas de distribuição de valores mobiliários amparadas pelo regime específico da Instrução CVM 476. De acordo com comunicado divulgado pela autarquia, em vista dos esclarecimentos prestados pela Vórtx DTVM no pedido de reconsideração, o Colegiado da CVM entendeu que não estariam presentes no caso concreto os elementos necessários à manutenção da referida medida.