Petros recebe multa por eleição na Petrobras

Edição 266

Os fundos de pensão de estatais receberam punição e advertências da CVM devido à participação em eleições para os conselhos da Petrobras. A Petros recebeu multa R$ 800 mil enquanto a Funcef e a Previ foram advertidas pela participação nas votações ocorridas em 2011 e 2012.

O entendimento da CVM decorre de uma discussão sobre um possível conflito de interesses entre os fundos de pensão em participar da eleição de membros dos conselhos da estatal, por estarem ligados ao governo. Os fundos de pensão ainda podem apresentar recurso, com efeito suspensivo, ao Conselho de Recursos do Sistema Financeiro Nacional. O processo da CVM foi instaurado após reclamações de acionistas minoritários contra a participação dos fundos de pensão nas eleições para conselheiros da estatal.
Em comunicado, a Petros declara que vai recorrer da decisão da CVM tanto judicialmente quanto administrativamente nas esferas competentes.

CPPIB investe em shopping de Salvador

Edição 266

Por meio de sua subsidiária CPPIB Salvador, o fundo de pensão canadense Canada Pension Plan Investment Board investiu em um shopping center de Salvador. A CPPIB Salvador firmou acordo para comprar participação da Aliansce Shopping Centers na Velazquez Empreendimentos e Participações, detentora de participação do Shopping Iguatemi Salvador, além de participação em dois terrenos adjacentes ao shopping de Salvador.
A Aliansce é uma empresa controlada por um bloco do qual o CPPIB Private Equity faz parte. O acordo estabelece que a CPPIB Salvador compre participação de 80,37% da Velazquez por R$ 60,5 milhões acrescidos de 80,37% do caixa na data de fechamento e 80,37% dos investimentos em expansão feitos até o fechamento. Adicionalmente, a Aliansce receberá R$ 3,1 milhões em cinco parcelas anuais após o início da cobrança do estacionamento no shopping. A transação reduzirá a participação da Aliansce na Velazquez para 19,63%.

Funpresp-Exe tem primeira eleição para conselheiros

Edição 266

Foram eleitos titulares do conselho deliberativo para mandato de quatro anos Thiago Feran Freitas Araújo, da Agência Nacional de Aviação Civil e André Nunes, da Fundação Universidade de Brasília, e titular com madato de dois anos, Daniel Pulino, da Advocacia Geral da União. No conselho fiscal, o titular eleito com mandato de quatro anos foi José Márcio da Costa, da Câmara dos Deputados e o titular com mandato de dois anos foi Marcelo Levy Perrucci, da Controladoria Geral da União.

Funpresp-Jud seleciona software de gestão

Edição 266

O fundo de pensão do Poder Judiciário abriu licitação para contratar um software de gestão de previdência complementar. O software deve contemplar serviços de gestão previdenciária, administrativa, financeira, orçamentária, de controladoria e de investimentos.

De acordo com o edital, a empresa selecionada prestará serviços de implantação, personalização e configuração do ambiente corporativo, bem como capacitação técnica presencial básica para uso da ferramenta e suporte técnico e acompanhamento durante o período do contrato. O pregão eletrônico contempla o menor preço global e o valor estimado e preço máximo aceitável para a contratação pela fundação é de R$ 1,32 milhão.