Valia promove alterações em sua política de investimento para adequação à 4.661

A Valia, em reunião de seu Conselho Deliberativo, aprovou alterações em sua política de investimentos para adequação à Resolução 4.661, de 25 de maio de 2018.

A nova resolução alterou a nomenclatura de alguns segmentos e classificação de alguns ativos. Na renda fixa, os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) foram reclassificados do segmento de renda fixa para imobiliário, porém deixaram de fazer parte da política.

Na renda variável, ocorreu a exclusão da alocação em Sociedades de Propósito Específico (SPE) e a inclusão dos BDRs nível II e III que antes eram classificados como Exterior.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso