Petros inicia processo de seleção para gestores de fundos no exterior

A Petros iniciou um processo de seleção de gestores de recursos para aplicação de investimento no exterior. Segundo a EFPC, o objetivo da alocação no exterior é melhorar a relação retorno/risco da carteira de investimentos, através da exposição a um universo muito mais diversificado de ativos e com nível mais elevado de liquidez. “Além disso, ao atuarem em mercados mais dinâmicos e competitivos, os times de gestão da Petros absorverão novos conhecimentos, alavancando sua capacitação e poder de gerar resultados para a Fundação”, diz o comunicado da Petros.

A estratégia de investimento no exterior, prossegue a entidade de previdência, está aderente à política de investimento de cada plano, determinada pela dinâmica de seu passivo. Os planos PPSP-R e PPSP-NR não possuem limites para investimentos no exterior, enquanto que o PP-2 possui alvo de 5% de seu patrimônio até 2023.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso