Card image cap
Fundos de Pensão
Perfis de investimento demandam "suitability"
Exigência feita pela Previc visa garantir que os segurados conheçam os riscos do perfil
27-11-2018 16:51:47
Card image cap
Gestores
Afetadas pela síndrome do ninho apertado
Distribuidoras ligadas à XP Investimentos seguem os passos de sua parceira de negócios e iniciam novos negócios na área de gestão
27-11-2018 16:13:43
Card image cap
Fundos de Pensão
Autogestão aposta em médicos de família
Fundação Cesp e FioSaúde preparam novos planos, com terceirização e redução de custos
27-11-2018 16:48:16
Card image cap
Gestores
Novas assets prontas para estrear no mercado
Desde novembro de 2017, 95 novas instituições receberam autorização da CVM
27-11-2018 16:43:49
Card image cap
Renda Fixa
Crescimento do mercado de crédito privado nos EUA
Expectativa é que volume chegue a US$ 1 trilhão até o ano de 2020
27-11-2018 16:40:55
Card image cap
Renda Fixa
Bradesco compra RCB e passa a atuar no mercado de NPL
Objetivo do banco é recuperar suas próprias carteiras e também carteiras de terceiros
27-11-2018 16:39:34
Card image cap
Mercado de Capitais
CVM sob ataque da Amec e do Tribunal de Contas
Amec pede diversidade do colegiado e TCU quer auditoria para averiguar conformidades
27-11-2018 16:37:59
Card image cap
Fundos de Pensão
Multipatrocinados crescem acima do sistema
Os fundos instituídos são o próximo alvo dos multis, cujo patrimônio líquido cresceu 138% num período de oito anos
27-11-2018 16:07:46
Card image cap
Fundos de Pensão
Nos EUA, multipatrocinados têm dificuldades
Aumenta o número de entidades multiplanos que podem ter dificuldades nos próximos 20 anos
27-11-2018 16:35:45
Card image cap
Mercado de Capitais
Ações da Qualicorp caem após anúncio do acord
Investidores reagiram mal aos termos do acordo entre a Qualicorp e seu presidente
27-11-2018 16:34:49
Card image cap
Mercado de Capitais
As novas metas do Calpers para private equity
Fundo de pensão financia duas empresas para fazer a gestão externa de carteiras
27-11-2018 16:31:24
Card image cap
Entrevista
Reforma da previdência fatiada seria melhor
Incluir só os mais jovens no regime capitalizado reduziria os custos de transição
27-11-2018 16:29:49
Card image cap
Fundos de Pensão
Massa do Citiprevi migra para Fundação Itaú
2,9 mil participantes do Citiprevi já estão no fundo de pensão do banco brasileiro
22-10-2018 18:22:00
Card image cap
Fundos de Pensão
Previc impõe comitês internos de auditoria às ESI
As 17 fundações de maior peso terão de constituir instância até o fim do ano
22-10-2018 18:20:44
Card image cap
Fundos de Pensão
Regras mais rígidas para os dirigentes das EF
Com Resolução 4.661, conselhos fiscal e deliberativo ganham importância
22-10-2018 18:18:27
Card image cap
Ecosocial
Princípios ASG na berlinda com Bolsonaro
Embora o novo governo eleito pareça dar pouca importância aos temas ASG, especialistas destacam que eles devem prevalescer
27-11-2018 16:01:20
Card image cap
Fundos de Pensão
Empréstimos têm pouco risco e bons retornos
Apesar dos bons resultados, operações com participantes são 2,5% das carteiras
22-10-2018 18:15:31
Card image cap
Ativos no Exterior
Fundação Promon quer por o pé no mercado internacional
Entidade prepara, a toque de caixa, fundo exclusivo para investimentos externos
22-10-2018 18:09:52
Card image cap
Ativos Imobiliários
Governo federal prepara fundo imobiliário
Projeto da Secretaria de Patrimônio da União conta com a assessoria da CPP
22-10-2018 17:51:33
Card image cap
Ativos Alternativos
Investidor estrangeiro aposta em FIPs
Institucionais locais ainda tem pouco apetite mas estrangeiros continuam investindo
22-10-2018 17:49:13
Card image cap
Ações
Long and Short crescem com volatilidade
Procura por essa estratégia aumenta por parte dos investidores qualificados
22-10-2018 17:45:21

Principal erro do Garantia foi visar apenas o curto prazo, diz Jorge Paulo Lemann

jorge paulo lehmanO empresário Jorge Paulo Lemann, em entrevista concedida à Rio Bravo para comemorar a edição de número 500 de seu Podcast, falou sobre o que considera ter sido um dos erros cometidos pelo banco Garantia. “Eu acho que o principal erro que houve do Garantia é que ele era uma organização muito visando o curto prazo e atraía gente boa de gerar resultado no curto prazo. Tinha o bônus semestral... Bônus semestral é período muito curto”, destacou Lemann.

Segundo o executivo, “a maior parte da turma do Garantia estava lá porque era um lugar que dava para ganhar dinheiro e que ganhava dinheiro, então isso gerava uma visão muito de curto prazo e não uma visão de querer construir uma entidade de longo prazo, perene. Acho que foi o principal fracasso geral do Garantia, que no início não se sentia, porque o negócio era ganhar dinheiro e lá no final se sentiu um pouco”.

Quando junto com seus principais sócios decidiu vender o Garantia, prossegue Lemann, “sabíamos que ou ele tinha que mudar muito ou não ia para a frente. O mudar muito era complicado, porque a cultura toda era curto prazista”, pontua o empresário, que lembra que naquela época já tinha o controle de empresas como Lojas Americanas e Brahma. “Tínhamos a oportunidade de construir mais coisas para o longo prazo e aí a decisão foi "Bom, esse negócio daí é bom, mas não está funcionando muito bem no momento, vamos saltar fora de uma maneira que ninguém tenha prejuízo"”. E nas outras empresas que permaneceram no portfólio, pontua Lemann, a visão estratégica passou a ser muito mais de construção a longo prazo, de atrair gente que queria construir no longo prazo.

Quanto à atuação da 3G, ele contou que o principal método de trabalho adotado tem como norte atrair profissionais qualificados com foco em segmentos específicos do mercado. “Tivemos uma experiência com private equity antes, aonde o foco não era tão grande, tínhamos vários investimentos, então a 3G só faz uma coisa de cada vez, só faz com gente que já conhece e, principalmente, com o próprio capital”, ponderou o empresário.

Segundo Lemann, o private equity é um ramo interessante, “mas a maioria das empresas partem para captar muito, porque querem ganhar dinheiro no fee e não necessariamente no resultado. Como o dinheiro é dos outros, eles têm que diversificar, então essa diversificação nós não achamos muito interessante. Em geral, não tocam os negócios com as suas próprias equipes”. A 3g, diz Lemann, faz poucos negócios, com muito foco, principalmente com dinheiro próprio, e sempre com vistas para o longo prazo. “Não temos um objetivo de sair daqui a cinco ou dez anos, como é a maioria dos private equity, estamos ali para sentar em cima e construir em cima até onde for possível”.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso