Mainnav

O baque da previdência privada na Argentina Paulo Mente

Edição 180

Dos países do Cone Sul, a Argentina foi o que demorou mais tempo, no pasdo, para implementar reformas em sua previdência social, embora tivesse sido um dos primeiros a sentir o impacto das mutações demográficas, com mais de 11% da população acima dos 65 anos de idade. Há mais de trinta anos, os argentinos já presenciavam uma população expressiva de beneficiários, precocemente aposentados, a reclamar dos constantes rebaixamentos em seus proventos, desvalorizados seguidamente por

Os instrumentos indispensáveis das boas relações com investidores Antonio Sellare

Edição 63

O revigoramento do mercado de ações, com o crescente número de aberturas de capital registrado nos últimos anos, torna cada vez mais premente e atual a discussão dos temas ligados à governança corporativa e às relações com investidores.
O trabalho de RI busca estabelecer uma relação de confiança com a comunidade financeira, como base para o desenvolvimento da comunicação da empresa com o mercado. Mas, se esse é o princípio básico de uma área de relações com investidores, a

A decisão de investimento é mesmo algo racional? Alexandre Rezende

Edição 179

Um dos pilares das teorias modernas de finanças é que investidores racionais processam informações objetivamente. Diante de incertezas tomam sempre a decisão mais racional. Esta hipótese é utilizada como premissa em uma série de modelos econométricos de apreçamento de ativos financeiros.
Será que baseamos nossos modelos quantitativos em premissas corretas? Neste artigo mostraremos que a escolha racional nem sempre é a realizada pelo ser humano. Vamos verificar que investid

Participantes temem optar pela tributação regressiva Sandra Santos e Ana Maria Martin

Edição 178

Falta de confiança na estabilidade das decisões do governo, alíquota de 35%, complexidade das regras e impossibilidade de mudar de opção no futuro. São essas as principais razões apontadas por participantes de fundos de pensão fechados que não optaram pelo regime regressivo de tributação criado pela Lei nº 11.053 e levantadas por uma pesquisa pioneira da Mercer.
A mostra contou com 55 entidades fechadas de previdência complementar dos Estados de São Paulo (32 entidades), R

Caminhos trocados nos planos de conta Sérgio Luiz Machado

Edição 177

Na apresentação do painel do dia 29.11.2006, do 27º Congresso Brasileiro dos Fundos de Pensão, na cidade de Curitiba, a Comissão Técnica de Contabilidade e Controle da Abrapp e da Ancepp, prepararam material para divulgar a intenção de se iniciar um trabalho com o objetivo de se efetuar uma melhoria das informações que são apresentadas anualmente nas demonstrações contábeis destas Entidades, através da elaboração de uma nova planificação contábil padrão.
Lançaram desta for