Capef prevê corte de 90% na conta de luz com a adoção da energia solar

Quinta colocada no ranking de fundos de pensão de grande porte com menores despesas administrativas, a Capef promete brigar por um lugar no pódio no levantamento efetuado pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc). A entidade patrocinada pelo Banco do Nordeste do Brasil, cujos gastos operacionais corresponderam a 0,79% de suas receitas em 2018, prepara a instalação de painéis voltaicos em suas unidades até o fim do ano. “No momento, estamos colhendo propostas de fornecedores de equipamentos”, conta o diretor-presidente Jurandir Mesquita. “A opção pela energia solar propiciará uma redução de 90% em nossos gastos com energia elétrica, hoje na casa de R$ 11 mil mensais. Com essa economia, o investimento no projeto será recuperado integralmente em seis anos.”


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso