EFPC da Johnson & Johnson busca gestor de renda variável

A Johnson & Johnson Sociedade Previdenciária acaba de iniciar um processo de seleção de gestor de um fundo de fundos de renda variável. O veículo tem de estar enquadrado na Resolução 4.661 do Conselho Monetário Nacional (CMN), de maio de 2018, e seu titular deve responder por um volume de ao menos R$ 5 bilhões em ativos, no mínimo R$ 1 bilhão em renda variável, e contar com o selo de autorregulação da Anbima, além, claro, de uma área específica para a gestão de fundos de fundos. Os interessados devem procurar a consultoria PPS – Portfolio Performance, responsável pela condução do processo.


Fundos de Pensão