Mainnav

Previ lança candidatura de Rafael Castro para o Conselho do PRI

rafael CastroPreviA Previ, o fundo de pens√£o dos funcion√°rios do Banco do Brasil, lan√ßou a candidatura de seu gerente executivo de controles internos, Rafael Castro, a uma vaga no conselho do Principles for Responsible Investment (PRI), comunidade global que, com a chancela da Organiza√ß√£o das Na√ß√Ķes Unidas (ONU), √© voltada √† defini√ß√£o e √† implanta√ß√£o de conceitos e pr√°ticas de investimentos sustent√°veis. Graduado em direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), com p√≥s-gradua√ß√£o em neg√≥cios sustent√°veis pela Universidade de Cambridge, da Inglaterra, Castro atua na Previ h√° 24 anos e cumpriu papel importante no desenvolvimento e na implanta√ß√£o, a partir de 2017, da pol√≠tica de integridade da Previ.
A entidade participou, em 27 de abril de 2006, do grupo dos 50 primeiros signat√°rios do PRI, em cerim√īnia realizada na Bolsa de Valores de Nova York, e j√° contou com representantes na c√ļpula da organiza√ß√£o, casos dos ex-diretores de investimentos Rene Sanda e Jos√© Reinaldo Magalh√£es e do atual diretor de seguridade, Marcel Juviniano Barros. H√° dois anos, o ex-diretor de participa√ß√Ķes Renato Proen√ßa Lopes, que deixou o posto em maio √ļltimo, se candidatou √† diretoria do PRI, mas foi derrotado na disputa por Laetitia Tankwe, do fundo de pens√£o franc√™s Ircantec.
Os 3.292 membros do PRI respondem pela gest√£o de cerca de US$ 110 trilh√Ķes. O Brasil, com 66 signat√°rios, √© o 13o colocado no ranking de ades√Ķes √† organiza√ß√£o. Os maiores apoiadores do PRI s√£o Estados Unidos, Reino Unido e Fran√ßa, com 630, 501 e 267 signat√°rios.