Mainnav

Prevcom quer mais estruturados na carteira, incluindo os FIPs

FloryCarlosSPPREV 12jan 12LaisaBeatrisPara a Prevcom ‚Äď Funda√ß√£o de Previd√™ncia Complementar do Estado de S√£o Paulo -, o ano de 2021 √© o momento certo para buscar mais oportunidades de investimento na classe de fundos estruturados, incluindo FIPs, na tentativa de capturar retornos capazes de superar as metas atuariais at√© dezembro. ‚ÄúTivemos em 2020 uma rentabilidade consolidada de 8,84%, apenas 0,21 ponto percentual abaixo da nossa meta de 9,05% - ou IPCA mais 4%-, o que foi um resultado √≥timo diante das circunst√Ęncias dos mercados. Mas teremos que remar muito este ano para encontrar alternativas de retorno fora da renda fixa‚ÄĚ, afirma o diretor presidente da entidade, Carlos Henrique Flory.
No segmento estruturado, ele defende os FIPs ‚Äď Fundos de Investimento em Participa√ß√Ķes ‚Äď como o ve√≠culo ideal para diversificar. ‚Äú√Č um instrumento excelente mas sofre um p√©ssimo estigma devido a problemas passados e que precisam ser superados. Por conta desse estigma, quando se fala hoje em aplicar num FIP todos querem saber qual √© a ‚Äúmutreta‚ÄĚ por tr√°s da opera√ß√£o. O pr√≥prio √≥rg√£o supervisor, a Previc, come√ßa imediatamente a questionar a decis√£o‚ÄĚ, aponta Flory.
A Prevcom entrou recentemente no FIP Economia Real, carteira de private equity do BTG Pactual, que foi lan√ßado em 2020 com o objetivo de investir em ativos da economia real brasileira, incluindo infraestrutura, projeta retornos atrativos e tem diversifica√ß√£o setorial. O fundo captou R$ 1,296 bilh√£o de cotas de mesma classe e a Prevcom subscreveu a inten√ß√£o de investir ao todo R$ 60 milh√Ķes, a serem alocados de acordo com chamada de capital a ser feita pelo fundo. Os investimentos ser√£o feitos em empresas de m√©dio porte de diversos setores, como educa√ß√£o, telecomunica√ß√Ķes energia, sa√ļde e industrial, ao longo do prazo de sete anos, per√≠odo de investimentos de tr√™s anos e desinvestimento em quatro anos. ‚ÄúE pretendemos seguir buscando outros FIPs de igual qualidade e seriedade‚ÄĚ, afirma Flory.
Os fundos estruturados j√° respondem atualmente por quase 15% dos ativos da funda√ß√£o, perto de R$ 250 milh√Ķes. ‚Äú√Č preciso perguntar onde vamos crescer este ano. Na renda fixa est√° dif√≠cil crescer, por causa da volatilidade, e o mercado de cr√©dito est√° pouco atrativo. No exterior, em que tamb√©m estamos alocando e tivemos excelentes resultados, enfrenta-se este ano a inc√≥gnita sobre o comportamento do d√≥lar, ent√£o sobram principalmente as alternativas na classe dos estruturados‚ÄĚ, diz o dirigente.
A funda√ß√£o conta com um ‚Äúporto seguro‚ÄĚ relevante em NTN-Bs.‚ÄĚQuando veio a crise, fomos √†s compras de NTN-Bs mais longas, marcadas na curva, com rentabilidade de IPCA mais seis%, o que para n√≥s √© fant√°stico porque um belo naco de 54% da carteira est√° travado at√© 2050‚ÄĚ. Outros 20% est√£o em fundos de renda fixa de v√°rios gestores. No total, a Prevcom soma R$ 1,3 bilh√£o em renda