Mainnav
S&P500_06.05.21

PrevNordeste acelera reuniões em busca da adesão de novos entes

Jeremias Xavier de Moura PrevNordesteA PrevNordeste, a exemplo das outras entidades que disputam os planos previdenciários de estados e municípios, tem se mostrado bastante ativa nos últimos tempos em busca de adesões. Após uma reunião por videoconferência realizada em 23/03 com o Grupo de Trabalho Interinstitucional (GTI) de Goiás, a entidade encontrou-se última segunda-feira (12/04) com membros do Grupo de Trabalho Interinstitucional (GTI) da Paraíba.
O objetivo dessas reuniões é convencer os entes federativos que estão criando planos de previdência para seus servidores públicos a aderirem à fundação dos servidores públicos nordestinos. Atualmente, a Prev Nordeste já conta com adesão da Bahia, Sergipe e Piauí, mais de mil participantes e patrimônio de R$ 25 milhões. A entidade sabe que estados e municípios correm contra o relógio na criação dos seus planos previdenciários.
A Emenda Constitucional 103, que implantou a Reforma da Previdência, deu o prazo de dois anos contados a partir de sua promulgação para que os entes federativos criassem planos de previdência complementar para seus servidores públicos que ganham acima do teto do INSS. Esse prazo vai encerrar-se em novembro próximo.
“Cada mês que passa, é um mês a menos”, analisa o presidente da PrevNordeste, Jeremias Xavier de Moura. “O gestor de previdência complementar e o gestor de previdência em geral têm a responsabilidade de preencher uma lacuna de formação na nossa sociedade, que é a visão de planejamento à longo prazo”.
Estiveram presentes à reunião com o GTI da Paraiba representantes da Associação dos Magistrados da Paraíba, do Instituto de Previdência dos Municípios de João Pessoa e Campina Grande, bem como da Associação Paraibana do Ministério Público, do Tribunal de Contas e de Justiça do Estado da Paraíba, além do representante do PB Previdência.