Mainnav

Prece faz novo acordo com Raesa e recupera mais R$ 18 milh√Ķes

prejuizoA Prece, fundo de pens√£o dos funcion√°rios da Companhia Estadual de √Āguas e Esgotos (Cedae), assinou um novo acordo com a empresa Rio Amazonas Energia (Raesa) no valor de R$ 18 milh√Ķes que ser√£o pagos √† funda√ß√£o em parcelas mensais at√© junho de 2023. O acordo √© parte de um processo de recupera√ß√£o iniciado em 2018, quando a Raesa come√ßou a pagar uma d√≠vida com a Prece por conta de t√≠tulos em seu nome que tinham defautado em 2017.
Com o default, a funda√ß√£o foi obrigada a marcar a zero em suas carteiras de investimento as C√©dulas de Cr√©dito (CCB‚Äôs) da Raesa. A partir da√≠, iniciou-se um processo de negocia√ß√£o entre as partes para recupera√ß√£o dos valores, com acordos anuais pagos em parcelas mensais. Desde 2018, quando a Raisa come√ßou a pagar, os valores recuperados pela Prece j√° somam R$ 56 milh√Ķes, at√© junho deste ano. Com o novo acordo, de mais R$ 18 milh√Ķes at√© junho de 2023, ser√£o R$ 74 milh√Ķes recuperados.
‚ÄúA Prece continua firme na miss√£o de recupera√ß√£o dos valores oriundos das C√©dulas de Cr√©dito (CCB‚Äôs) n√£o honradas e que foram marcadas a zero na carteira de investimentos/contabilidade da funda√ß√£o em 2017‚ÄĚ, diz a entidade em nota publicada em seu site.
Segundo a nota, os valores recuperados permitirão “injetar liquidez nos planos e aumentar a rentabilidade. Além da Prece, outras duas Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPCs) também compraram as CCBs da Rio Amazonas Energia (Raesa).