Mainnav

Pauliprev recupera mais R$ 1 milhão dos fundos GGR e Piatã

Seguindo em sua cruzada para recuperar valores investidos em fundos que não trouxeram o retorno esperado, o Instituto de Previdência dos Funcionários Públicos de Paulínia (Pauliprev) recuperou R$ 1,08 milhão junto ao GGR Prime FIDC. O montante retomado foi aplicado no fundo Caixa Gestão Estratégica, da Caixa Econômica Federal. Com a operação, o total recuperado do GGR Prime FIDC totaliza R$ 3,12 milhões, de um total aplicado de R$ 14 milhões em novembro de 2014. Para esse fundo, a expectativa de recuperação é da

Instituto de previdência do MS adere ao Programa Pró-Gestão

A Agência de Previdência Social de Mato Grosso do Sul aderiu ao Programa Pró-Gestão, uma das metas do termo de acordo de cooperação assinado entre o Governo do Estado e a Secretaria de Previdência do Ministério da Economia. â€œA adesão ao programa sinaliza a intenção do RPPS do MS de iniciar os procedimentos preparatórios para tal certificação, por meio da adequação de seus processos de trabalho às exigências estabelecidas nas diferentes ações que integram as três dimensões da certificação: controles internos,

Pauliprev recupera R$ 218,6 mil do fundo Pyxis

O Instituto de Previdência dos Funcionários Públicos do Município de Paulínia (Pauliprev) recuperou R$ 218,6 mil do fundo Firf Pyxis Institucional IMA-B. Os valores recuperados foram creditados em conta corrente na Caixa Econômica Federal e aplicados no Fundo Gestão Estratégica, gerido pelo banco público.

Com a entrada de recursos, o Pauliprev alcançou 73,14% de recuperação com esse fundo, totalizando cerca de R$ 22 milhões, já que a aplicação inicial, em 2016, foi de R$ 30 mi

Caboprev obteve retorno de 18,78% no ano passado

O Instituto de Previdência dos Servidores do Cabo de Santo Agostinho (Caboprev), fechou 2019 com rentabilidade de 18,78% na sua carteira de investimentos, ficando 8,19 pontos percentuais acima da sua meta atuarial de 10,59%. O patrimônio do instituto fechou o ano em R$ 314 milhões, com crescimento de 32,48% em relação aos R$ 237 milhões de janeiro do mesmo ano.

Frente a um cenário de cortes nas taxas de juros, o Comitê de Investimentos do Caboprev alocou mais recursos em investimentos que, apesar de terem um pouco mais de volatilidad

Ex-presidente do Iprevmimoso é condenada a dez anos de prisão

Lúcia Maria Fontes Gomes, ex-presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do município de Mimoso do Sul (Iprevmimoso), no Espirito Santo, foi condenada no dia 15 de janeiro pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) a uma pena dez anos de reclusão em regime fechado por fraudes e desvios de recursos. A informação é do jornal capixaba "A Gazeta".

Segundo o MP estadual, a ação foi ajuizada em agosto de 2014, e tem como base inquérito policial que

Pauliprev obtém retorno de 17,39% em 2019 e supera R$ 1,3 bilhão de PL

O Instituto de Previdência dos Funcionários Públicos de Paulínia (Pauliprev), no interior paulista, obteve importantes conquistas no ano passado. A carteira líquida de investimentos do RPPS atingiu um retorno de 17,39%, superando com bastante folga a meta atuarial do período, mensurada com base na variação do IPCA mais 6%, que ficou em 10,56%.

O RPPS tem em carteira, fruto de gestões passadas, uma série de fundos de investimento problemáticos, com suspeita de fraudes, como FIP

Manaus Previdência ultrapassa marca de R$ 1,1 bilhão de patrimônio

Após obter um rendimento de 19,37% em sua carteira de investimentos em 2019, ante uma meta atuarial de 10,59%, o Manaus Previdência chegou a dezembro com um patrimônio de R$ 1,13 bilhão. O montante corresponde a um crescimento de R$ 155 milhões em relação a 2018. â€œO atingimento e superação dessa meta só foi possível graças à expressiva posição de recursos aplicados em ativos de renda fixa de longo prazo e de renda variável”, diz Flávio Castro, superintendente de investimentos do RPPS amazonense.

Parlamentares lançam frente em defesa dos RPPS e do mercado de capitais

Será lançada amanhã, na Câmara dos Deputados em Brasília, a Frente parlamentar em defesa da sustentabilidade dos Regimes Próprios de Previdência Social-RPPS e da competitividade do mercado de capitais. A Frente é uma iniciativa dos deputados federais Marcelo Ramos-PL-AM e Orlando Silva-PCdoB-SP, que ocupam respectivamente a presidência e vice-presidência do movimento. Em documento enviado à imprensa a Frente enumera seus três principais objetivos:

1) a criação dos meios e instrumentos efetivos e necessários para garantir a sustentabi

Parlamentares lançam frente em defesa dos RPPS

Por iniciativa dos deputados federais Marcelo Ramos (PL-AM) e Orlando Silva (PCdoB-SP), e com apoio de mais de 180 Parlamentares, foi criada a Frente Parlamentar em Defesa da Sustentabilidade dos RPPS e da Competitividade do Mercado de Capitais. A iniciativa conta com o respaldo dos movimentos de Defesa da Previdência Sustentável e Democratização do Mercado de Capitais. A frente parlamentar será lançada em Brasília, no dia 30/10 às 10hs, na Câmara dos Deputados.

Segundo documento da frente, os seus objetivos são três:

Rio quer diversificar carteiras RPPS fluminense prepara a montagem de carteira própria, a adoção do modelo ALM e a diversificação de sua carteira de investimentos

Silva: área de investimentos em alta na nova gestão
Silva: área de investimentos em alta na nova gestão

Com 20 anos de trajetória, a RioPrevidência, entidade de regime próprio de previdência dos servidores públicos (RPPS) do Estado do Rio de Janeiro, traça planos para alcançar uma maior autonomia na aplicação de recursos. O plano de voo contempla, entre outros itens, a criação de uma carteira própria de investimentos e a diversificação dos estoques de ativos, hoje compostos integralmente por papéis de renda fixa, basicamente títulos públicos federais. A primeira medida nesse sentido foi tomada em janeiro, logo após a posse do atual comandante