BRAM e BTG substituem Itaú e Santander na Funpresp

A Funpresp, o fundo de pensão dos servidores públicos federais, vai mudar a gestão de dois fundos multimercados exclusivos, saindo Itaú Asset e Santander Asset e entrando Bradesco Asset Management - Bram e BTG Pactual. Os dois fundos que terão mudança de gestão possuem Patrimônio Líquido (PL) de R$ 126 milhões cada. Segundo o superintendente da fundação, Ricardo Pena, a cada dois anos é feito um rodízio de gestores, saindo os de pior performance para permitir a entrada de novos gestores.

Além desses dois fundos cujos gestores serão trocados, a Funpresp possui três multimercados que serão mantidos com gestão da Western, da BB DTVM e da Caixa. A Funpresp possui também dois fundos de Renda Fixa DI, com gestão do Safra e do Santander.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso