SulAmérica Investimentos reforça abordagem de institucionais

De olho na diversificação das carteiras as entidades fechadas de previdência complementar (EFPCs), como fruto da redução da taxa Selic, a SulAmérica Investimentos está reforçando as suas estratégias de abordagem desse público. Além de ampliar a sua grade de produtos, com os lançamentos recentes do Pandhora Feeder Institucional FIC FIM, em parceria com a fintech Pandora, e de seu primeiro fundo de investimentos multimercado (FIM) com perfil long biased, a asset vem intensificando contatos com os investidores institucionais.

“Estamos atentos ao processo de enxugamento das carteiras próprias de títulos públicos de renda fixa das fundações de previdência, que resultará na transferência em escala crescente de recursos para gestores terceirizados”, comenta o vice-presidente de Investimentos, Vida e Previdência da SulAmérica, Marcelo Mello.

Além de fundos multimercados e, claro, de renda variável, o executivo constata o interesse dos institucionais por veículos lastreados em certificados de recebíveis imobiliários (CRIs) e do agronegócio (CRAs), em títulos de renda fixa atrelados a indicadores como o IMA-B até mesmo por private equity. Outro segmento em alta é o dos fundos de investimento imobiliários (FIIs). “A demanda dos institucionais nessa área contempla da simples aquisição de cotas de FIIS à disposição de constituir fundos com ativos de sua carteira imobiliária”, observa Mello.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso