Aprovada a reforma, é hora de olhar o PIB

A aprovação da reforma da Previdência pelo Senado Federal em votação em segundo turno, ontem (22/10), foi um importante marco para a economia brasileira na avaliação da economista chefe da BNP Paribas Asset Management, Tatiana Pinheiro. “Trata-se de um marco e, na prática, afasta o risco de insolvência fiscal do Brasil no curto prazo, melhorando a questão dos gastos previdenciários”, afirma.

A economista acredita que a grande questão agora é saber qual será a capacidade de crescimento da economia brasileira. “A grande dúvida é se seremos capazes de ter um crescimento sustentável, uma agenda de reformas adicionais à da Previdência, que nos garanta um aumento do PIB superior a 1% ao ano”.

A executiva lembra que a reforma, ao fixar uma idade mínima para a aposentadoria, estabelece um parâmetro importante. “Temos essa questão de envelhecimento populacional que a reforma endereça, ajuda a encaminhar”, afirma.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso