Mainnav

Novo fundo da Vitreo foca em companhias asi√°ticas de tecnologia

George WachsmannAp√≥s as a√ß√Ķes das grandes empresas americanas de tecnologia como Google, Facebook e Microsoft perderem parte do apelo com a queda aguda em setembro, as gestoras come√ßam a voltar os olhares para outras pra√ßas. A Vitreo Gest√£o anunciou o lan√ßamento nesta semana do Vitreo Tech Asia FIA BDR N√≠vel I, fundo de a√ß√Ķes que investir√° em gigantes asi√°ticas como Baidu, Alibaba e Taiwan Semiconductor.
Atendendo √†s normas da CVM para fundos de varejo, o produto conta com at√© 20% de exposi√ß√£o direta √†s a√ß√Ķes no exterior e vai investir os outros 80% em pap√©is de empresas asi√°ticas via BDRs N√≠vel I. A expectativa da gestora √© captar R$ 250 milh√Ķes at√© o final do ano. O Tech Asia tem aplica√ß√£o m√≠nima de R$ 5 mil, com taxa de administra√ß√£o de 0,9% ao ano, sem taxa de performance.
Segundo George Wachsmann, sócio e chefe de gestão da Vitreo, a casa também espera oferecer aos brasileiros a oportunidade de investir de forma indireta no IPO do Ant Group, o braço de serviços financeiros da Alibaba.
‚ÄúO mercado internacional aposta que o grupo deve se tornar em pouco tempo uma das empresas mais valiosas do mundo. Ainda n√£o d√° para garantir que vamos conseguir comprar os pap√©is na oferta inicial, mas desde j√° estamos nos preparando para incluir as a√ß√Ķes do grupo na composi√ß√£o do fundo‚ÄĚ, diz o especialista, em comunicado.