Mainnav

Mazzeo encerra carreira no Metr√ī e vai para a Fran Capital

Fabio Mazzeoex MetrusCinco anos ap√≥s ter deixado o comando do fundo de pens√£o dos funcion√°rios do Metr√ī paulista (Metrus), onde esteve por 21 anos, entre 1995 e 2016, F√°bio Mazzeo aposentou-se da patrocinadora √† qual esteve ligado por 34 anos e meio para come√ßar uma nova carreira na iniciativa privada, como associado da Fran Capital. Ele assume com a miss√£o de levar os produtos da gestora ao p√ļblico institucional.
Criada em 2007, a Fran possui uma √°rea de gest√£o de fundos com produtos na √°rea de cr√©dito (FIRF), imobili√°ria (FII) e de participa√ß√Ķes (FIP). A gestora tem atualmente pouco mais de R$ 1,9 bilh√Ķes sob gest√£o. Tamb√©m possui uma √°rea de administra√ß√£o fiduci√°ria, especializada em fundos estruturados. Seu hist√≥rico de atua√ß√£o tem sido basicamente junto √† investidores de varejo e family-offices, mas com a chegada de Mazzeo planeja expandir as atividades para o segmento das entidades fechadas de previd√™ncia complementar (EFPCs).
‚ÄúEles sabem que o universo das EFPCs √© mais complexo, precisa ter taxas, garantias, rating, governan√ßa‚ÄĚ, diz Mazzeo. Segundo ele, um dos projetos em discuss√£o na casa √© a forma√ß√£o de uma equipe especializada na gest√£o de shopping-centers para estruturar produtos imobili√°rios focados nas necessidades das EFPCs, que segundo a Resolu√ß√£o 4.661 devem vender seus ativos imobili√°rios f√≠sicos at√© o ano de 2030.
Formado em economia pela Funda√ß√£o Armando √Ālvares Penteado (Faap) e com uma especializa√ß√£o em gest√£o de investimentos de fundos de pens√£o pela Whartoon School, da Pensilv√Ęnia (USA), Mazzeo come√ßou a trabalhar no Metr√ī paulista em 1987. Foi para o Metrus em 1995.