Captação da indústria de fundos cai 68% e soma R$ 84,7 bilhões em 2018

A indústria de fundos de investimento registrou em 2018 captação líquida positiva de R$ 84,7 bilhões, redução de 68% ante o resultado de 2017, segundo dados divulgados nesta terça-feira, 8 de janeiro, pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Os fundos de investimento atingiram R$ 4,6 trilhões de patrimônio líquido sob gestão em 2018.

“No início de 2018 sabíamos que o resultado do período anterior havia sido atípico para a indústria, refletindo o momento em que a economia dava sinais de retomada. Mantivemos captações positivas ao longo do ano, acompanhando o apetite dos investidores por produtos que agregam maiores riscos e retornos, como os fundos multimercados e de ações”, disse o vice-presidente da Anbima, Carlos André, em comunicado.

O resultado de 2018 foi concentrado em três classes: Multimercados, Ações e Previdência, que juntas captaram R$ 94,9 bilhões. Por outro lado, a classe Renda Fixa registrou saída de R$ 12,3 bilhões no ano. Pelo segundo ano consecutivo a classe Multimercados obteve a maior captação líquida da indústria e encerrou 2018 com entrada líquida de R$ 42,9 bilhões; o tipo Macro apresentou a maior captação com R$ 28,5 bilhões.

 


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso