Indústria de fundos capta R$ 10,3 bilhões em janeiro

A indústria de fundos de investimento registrou captação líquida de R$ 10,3 bilhões em janeiro, de acordo com dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Em relação ao mesmo período do ano passado, o resultado significa queda de 34,6% (R$ 29,8 bilhões).

A renda fixa foi o destque, com captação de R$ 6,1 bilhões, embora 44,9% abaixo dos R$ 13,6 bilhões em janeiro de 2018. Em seguida aparecem os multimercados, com R$ 4,8 bilhões, queda de 41% ante os R$ 11,7 bilhões captados por esses veículos em igual período do ano anterior, e os fundos de renda variável, com R$ 2,4 bilhões, alta de 82% em bases anuais. Os fundos de previdência, por outro lado, tiveram resgates da ordem de R$ 4,3 bilhões, movimento atípico para essa classe segundo a Anbima.

“O desempenho de janeiro segue em linha ao que acompanhamos durante o segundo semestre de 2018. Os investidores permanecem buscando diversificar suas carteiras, equilibrando opções mais conservadoras, como a renda fixa, com produtos que agreguem maiores riscos e retornos, como os multimercados”, afirmou o vice-presidente da Anbima, Carlos André, em nota.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso