Eleição de peronista na Argentina não impede Ibovespa de bater novo recorde

A eleição do peronista Alberto Fernández nas eleições do último final de semana na Argentina, derrotando o presidente neoliberal Mauricio Macri, não impediu que o Ibovespa batesse um novo recorde no Brasil. O índice da B3 fechou a 108.187 pontos, com alta de 0,77%. Já o dólar fechou o dia a R$ 3,9924, com queda de 0,39%.

Apesar disso, o mercado vê com apreensão a eleição de Fernándes. "A vitória da chapa que une kirchnerismo e peronismo causa certa apreensão pela perspectiva de algumas reformas da Argentina não irem para a frente ou diminuírem de intensidade", afirmou André Alírio, economista da Nova Futura Investimentos.

Para a equipe da Levante Investimentos, a notícia deve ter impacto negativo para os mercados emergentes, especialmente o Brasil. Além de poder afetar as empresas brasileiras que investem ou possuem operações no Argentina.

Ao mesmo tempo em que acompanhavam os desdobramentos da eleição argentina, os investidores globais acompanhavam com atenção as notícias sobre a guerra comercial entre Estados Unidos e China. O presidente, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que espera assinar uma parte significativa do acordo comercial com a China antes do previsto, mas não deu detalhes sobre o cronograma.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso