Mainnav
Fator_01.12.21

Bolsa de valores fecha no menor nível desde novembro de 2020

A bolsa de valores fechou em baixa de 2,75% nesta quinta-feira (21/10), em 107.735 pontos, o menor nível desde novembro do ano passado quando o mercado reagiu à declaração feita um dia antes pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, de que o governo faria mudanças no teto de gastos para financiar o sucessor do programa Bolsa Família, batizado de Auxílio Brasil.
Contribu√≠ram para a queda do Ibovespa na tarde desta quinta-feira as manobras do governo para aprovar um Aux√≠lio Brasil no valor de R$ 400 sem explicar claramente de onde viriam os recursos, o que resultou na demiss√£o de quatro secret√°rios do Minist√©rio da Economia que discordam das medidas, al√©m do an√ļncio feito pelo presidente Bolsonaro em Pernambuco de um aux√≠lio tamb√©m de R$ 400 a 750 mil caminhoneiros aut√īnomos para compensar a eleva√ß√£o do diesel nas bombas. Tamb√©m nesse caso n√£o h√° explica√ß√Ķes de onde sairiam os recursos.
O Ibovespa chegou a cair 4,57% durante a tarde, mas se recuperou um pouco e fechou em queda de 2,75%. O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 5,668, com alta de R$ 0,107 (+1,92%), mas na máxima do dia, por volta das 15h30, a cotação atingiu R$ 5,69.
A instabilidade tamb√©m afetou o mercado de t√≠tulos p√ļblicos. Por tr√™s vezes ao longo do dia as negocia√ß√Ķes do Tesouro Direto, programa que vende t√≠tulos p√ļblicos a pessoas f√≠sicas, foi interrompida. O Tesouro Nacional n√£o quis aceitar os juros pedidos pelos investidores e paralisou a venda de pap√©is prefixados (com juros definidos antecipadamente) e corrigidos pela infla√ß√£o.