Mainnav

IMA-S teve a melhor rentabilidade do bloco em 2021

O IMA-S, indicador da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) que acompanha a carteira de papéis indexados à Selic, fechou 2021 com uma rentabilidade de 4,67%, a maior entre os demais subíndices IMA.
‚ÄúA instabilidade do cen√°rio macroecon√īmico, com a alta da infla√ß√£o e as d√ļvidas no campo fiscal, teve impactos no desempenho das demais classes de t√≠tulos p√ļblicos, principalmente nos de prazos maiores‚ÄĚ, afirma o gerente de Pre√ßos e √ćndices da Anbima, Hilton Notini.
O IMA-B5, subíndice que acompanha os títulos indexados à inflação com prazos de vencimento até cinco anos, teve retorno de 4,57% em 2021. Já o conjunto de títulos mais longos, com vencimentos acima de cinco anos, refletidos pelo IMA-B5+, registraram queda de 6,55%.
O IRF-M1, subíndice que acompanha títulos prefixados de até um ano, apresentou valorização de 2,93% em 2021. Quanto ao IRF-M1+, cujos títulos vencem após um ano, teve queda de 4,99%.
O IMA-Geral, que reflete o comportamento dos t√≠tulos p√ļblicos em mercado, encerrou 2021 com valoriza√ß√£o de 0,96%.