Previ deve aumentar investimentos no exterior

O fundo de pensão dos funcionários do banco do Brasil, a Previ, começa a rever algumas estratégias para enfrentar uma conjuntura de juros baixos e taxas atuariais elevadas. Entre outras definições, a fundação pretende ampliar seus investimentos no exterior.

A Previ tem hoje cerca de R$ 200 milhões aplicados em fundos no exterior e pretende mais que dobrar esse volume nos próximos 12 meses. As alocações no exterior contemplam, além da renda variável, também investimentos em fundos de renda fixa.

Os recursos para elevar a participação em investimentos no eterior deve vir da venda de participações acionárias, um segmento no qual a fundação dos funcionários do Banco do Brasil está super-exposta. Atualmente a Previ tem cerca de 45% da sua carteira em renda variável, muito acima da média do setor, e planeja reduzir gradativamente esse volume para 30%.

Essa nota foi corrigida em 18/7, pois originalmente dizia que a Previ pretendia aumentar a participação também em FIPs, o que foi negado pela fundação.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso