IMA-Geral registra retorno de 10% em 2018

O IMA Geral encerrou o ano de 2018 com retorno acumulado de 10%, contra 12,8% do ano anterior, segundo dados divulgados nesta quarta-feira, 9 de janeiro, pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Os maiores ganhos foram registrados nos títulos de prazos mais longos: o IMA-B 5+ rentabilizou 15,4% no período, seguido pelo IRF-M1+ com 12,3%. Em dezembro, esses mesmos subíndices apresentaram as melhores performances, ambos com 1,9%.

Os títulos de prazo mais curto, IMA-B5 e IRF-M1, apresentaram ganhos no ano de 9,9% e 7,0%, e de 1,4% e 0,6%, em dezembro, respectivamente. O sub-índice que apresenta o menor risco de mercado, o IMA-S, registrou rentabilidade anual de 6,4%, a mais baixa entre os subíndices.

A evolução dos preços das debêntures em mercado, representado pela família IDA, seguiu a mesma trajetória dos títulos públicos, com todos os seus subíndices acumulando ganhos em 2018. A maior rentabilidade foi vista nas debêntures incentivadas, representada pelo IDA - IPCA Infraestrutura, que variou 12,5% em 2018. Logo em seguida vem o IDA - IPCA ex-Infraestrutura com ganho de 10,6% no ano.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso