Mainnav

Reforma tribut√°ria pode comer 1,18% da rentabilidade das EFPCs

A Abrapp reuniu na √ļltima sexta-feira (16/07) um grupo de grandes fundos de pens√£o para discutir a estrat√©gia do setor para resistir ao projeto do governo de acabar com o diferimento tribut√°rio do setor, passando a taxar a rentabilidade das aplica√ß√Ķes na fase de acumula√ß√£o das reservas previdenci√°rias. Al√©m da taxa√ß√£o dos dividendos das empresas na fonte, o que afetaria a rentabilidade de investimentos diretos e indiretos das funda√ß√Ķes, a reforma tamb√©m poderia gerar a obriga√ß√£o de pagamento de Imposto de Renda sobre os ganhos de capital.