Mainnav

Somma substitui SulAmérica em dois fundos exclusivos na Jusprev

Deborah Traldi Maggio, gerente-geral da Jusprev,
Deborah Traldi Maggio, gerente-geral da Jusprev,

A partir da próxima segunda-feira (02/08) a Somma Investimentos vai substituir a SulAmérica na gestão de dois fundos multimercados exclusivos da Jusprev, fundo de pensão que reúne associações de profissionais das carreiras jurídicas públicas e de auditores da Receita Federal. Com um total de R$ 217,74 milhões, os dois fundos exclusivos respondiam, no final do primeiro semestre, por 61,32% do patrimônio da entidade, criada em 2007. Um terceiro fundo multimercado, com a fatia restante do patrimônio, continuará sob gestão da Icatu Vanguarda. “A

Fundos têm resgates líquidos de R$ 3,1 bilhões entre 19 e 23 de julho

Os fundos de investimento registraram resgates líquidos de R$ 3,1 bilhões entre os dias 19 e 23 de julho, com R$ 171,3 bilhões em aportes e R$ 174,3 bilhões em resgates, informa a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). No mês, até 23 de julho, a indústria registra captação líquida de R$ 77,7 bilhões e no ano de R$ 326,1 bilhões.
As maiores retiradas líquidas ocorreram nos fundos de renda fixa, que fecharam a semana com um saldo negativo de R$ 5,4 bilhões. As classes de FIDCs e de ETFs também

BTG Pactual lança dois novos ETFs

O BTG Pactual anunciou na última sexta-feira (23/07) o lançamento de dois novos ETFs, o primeiro composto por quinze empresas globais de alto crescimento listadas na B3 por meio de BDRs (BTG Pactual S&P/B3 Ingenius) e o segundo replicando o Ibovespa (BTG Pactual Ibovespa B3).
Segundo Will Landers, head de renda variável da BTG Pactual Asset Management, "o ETF Ingenius permitirá que o investidor tenha em carteira as maiores empresas globais de tecnologia, mídia e entretenimento, enquanto o Ibovespa oferece uma maneira segura e eficie

BlackRock Brasil tem nova CEO

Karina Saade é a nova CEO da BlackRock Brasil, no lugar de Carlos Takahashi que passa a ser o “chairman” com dedicação principalmente ao relacionamento institucional com as entidades do mercado e a regulação. A nova CEO está na gestora há 15 anos, tendo começado em Nova York como analista de crédito sênior e desde 2011 atua no Brasil na gestão e desenvolvimento de produtos para a América Latina. Segundo o ranking Top Asset publicado por Investidor Institucional, a BlackRock Brasil tinha R$ 16,44 bilhões em ativos sob gestão ao final do ano p

Bernardo Remy vai para SPX

Bernardo Remy deixa a Pátria Investimentos, onde estava há seis anos, para atuar como sócio na área de relações com investidores da SPX Capital. Segundo o ranking Top Asset publicado por Investidor Institucional, a SPX tinha R$ 41,76 bilhões sob gestão ao final de 2020. Antes de trabalhar na Pátria, Remy teve passagens pela Bratus Capital, Partners Group e Aracruz Celulose.

Fundos captam R$ 26,2 bilhões entre 12 e 16 de julho

A indústria de fundos de investimento teve captação líquida de R$ 26,2 bilhões na semana compreendida entre os dias 12 e 16 de julho, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).
O melhor desempenho da semana ficou com os fundos de renda fixa, que fecharam o período com um saldo positivo de R$ 22,5 bilhões, seguido dos FIDCs e multimercados que também alcançaram saldo positivo de, respectivamente, R$ 2,7 bilhões e R$ 1,2 bilhão. Também ficaram no azul os fundos de previdência (R$ 3

FIIs eram o “bode na sala” da reforma tributária

Era evidente desde o início que a taxação dos rendimentos dos Fundos de Investimento Imobiliário (FII) seria o “bode na sala” da reforma tributária e, como tal, acabou por ser retirada do projeto, avalia Bruno Eiras, sócio e diretor de gestão da Devant Asset. “Assim que foi divulgada a proposta, nós enxergamos que esse ponto seria desidratado ao longo das discussões e não deixamos de comprar, aliás conseguimos excelentes ativos para os nossos fundos nesse período”, diz o sócio da casa, que soma R$ 1,5 bilhão sob gestão e vê espaço para conti

Gama lança feeder do Lyxor/Bridgewater

A Gama Investimentos lançou hoje (15/07) o feeder Lyxor/Bridgewater All Weather Sustainability no Brasil. O feeder aloca no fundo do mesmo nome, sediado em Dublin, que segue estratégia do incensado gestor norte-americano Ray Dalio, da Bridgewater, investindo em ativos alinhados com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU).
Apresentado em duas versões, com e sem exposição cambial (em dólar e em real), o feeder tem a Itajubá como distribuidora para o mercado institucional. O fundo também será dis

Fundos captam R$ 39,4 bilhões na semana de 5 a 9 de julho

A indústria de fundos de investimento teve captação líquida de R$ 39,4 bilhões na semana entre os dias 5 e 9 de julho, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), com aportes de R$ 196,2 bilhões e resgates de R$ 156,8 bilhões.
O melhor desempenho da semana ficou com os fundos de renda fixa, que fecharam o período com um saldo positivo de R$ 26,4 bilhões, resultado de aportes de R$ 152,3 bilhões e resgates de R$ 125,8 bilhões.
Os FIDCs, os FIPs e os fundos de ações também alca

CVM publica regulação provisória para testar o mercado de Fiagros

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) publicou hoje (13/07) a Resolução CVM 39 que regula, de modo provisório e em caráter experimental, o registro dos Fundos de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais (Fiagro). Para agilizar o processo, a CVM optou por aproveitar as estruturas regulatórias vigente em três tipos de veículos, os FIDCs, os FIPs e os Fundos Imobiliários.
Segundo nota da autarquia, o aproveitamento das estruturas regulatórias dos três tipos de veículos permitirá uma resposta rápida à necessidade de se estrutur