Mainnav

Copom corta Selic em 0,5 ponto percentual, para 12,25% ao ano

O Banco Central (BC) cortou os juros b√°sicos da economia pela terceira vez seguida neste ano, em 0,5 ponto percentual, numa decis√£o j√° esperada pelos analistas financeiros. A decis√£o, tomada por unanimidade na tarde da √ļltima quarta-feira (1¬ļ/11) pelo Comit√™ de Pol√≠tica Monet√°ria (Copom), reduziu a Selic para 12,25% ao ano.
Em comunicado, o Copom informou que a economia internacional exige maior atenção e cautela de países emergentes na redução de juros. “O ambiente externo mostra-se adverso, em função da elevação das taxas de juros de

Governo deve indicar nesta semana os dois novos nomes para BC

Fernando Haddad. ministro da Fazenda
Fernando Haddad. ministro da Fazenda

O governo deve indicar ainda nesta semana os nomes dos dois próximos diretores do Banco Central (BC), que irão substituir a diretora de Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos, Fernanda Guardado, e o diretor de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta, Maurício Moura. Os mandatos de ambos terminam no final deste ano.
Segundo o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, os indicados s√£o "gente conhecida, gente com experi√™ncia na √°rea, n√£o tem surpresa‚ÄĚ. Haddad deu a declara√ß√£o nesta ter√ßa-feira (24/10), ao sair do

Instru√ß√£o CVM 192 revoga 38 instru√ß√Ķes

A Comiss√£o de Valores Mobili√°rios publicou na quarta-feira passada (18/10) a Resolu√ß√£o 192, que revisa e consolida atos normativos de 38 instru√ß√Ķes, uma resolu√ß√£o e uma delibera√ß√£o do √≥rg√£o. A Resolu√ß√£o CVM 192, que entra em vigor em 1¬ļ de novembro de 2023, revoga as instru√ß√Ķes CVM 158, 295, 337, 339, 347, 354, 360, 397, 431, 451, 456, 478, 482, 486, 488, 493, 500, 507, 517, 518, 525, 528, 532, 533, 537, 546, 548, 551, 571, 573, 575, 580, 584, 585, 589, 590, 595, 601, a resolu√ß√£o CVM 3 e a delibera√ß√£o CVM 866.

Ata do Copom mostra que inflação segue sendo preocupação do BC

A divulga√ß√£o da ata da √ļltima reuni√£o do Comit√™ de Pol√≠tica Monet√°ria (Copom), que resultou em corte da Selic em 0,50 ponto percentual, para 12,75%, mostra que as expectativas de infla√ß√£o acima da meta continuam sendo uma das principais preocupa√ß√Ķes do √≥rg√£o. ‚ÄúAs expectativas de infla√ß√£o, ap√≥s apresentarem reancoragem parcial, seguem sendo um fator de preocupa√ß√£o‚ÄĚ, diz a ata da reuni√£o, divulgada nesta ter√ßa-feira (26) pelo BC, em Bras√≠lia.
Além disso, a ata destaca a preocupação de agentes financeiros com a política fiscal de equilíbri

Haddad defende em São Paulo um Plano de Transformação Ecológica

Fernando Haddad, ministro da Fazenda
Fernando Haddad, ministro da Fazenda

O ministro da Fazenda, Fernanda Haddad, disse nesta segunda-feira (23/9), em São Paulo, que os instrumentos financeiros para o Plano de Transformação Ecológica do governo federal deverão estar aprovados no Congresso Nacional até o fim do ano.
O plano foi apresentado pelo ministro em meados de agosto e visa a criação do mercado regulado de carbono, a emissão de títulos soberanos sustentáveis e a reformulação do fundo do clima para financiar atividades que envolvem inovação tecnológica e sustentabilidade.
Faz parte, ainda, a criaçã

Por unanimidade, Copom decide cortar a taxa Selic para 12,75%

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu por unanimidade, nesta quarta-feira, cortar a taxa básica de juros em 0,5 ponto percentual, para 12,75% ao ano. A decisão, tomada a partir da constatação de que a inflação de 2024 e 2025 está convergindo para as metas do BC, já era esperada pela maioria dos analistas financeiros.
√Č a segunda redu√ß√£o da Selic neste ano, com a primeira ocorrendo em 2 de agosto passado quando o Copom cortou a Selic tamb√©m em 0,50 pp, de 13,75% para 13,25%, no primeiro corte desde mar√ßo de 2021

Proje√ß√Ķes para PIB voltam a crescer na pesquisa do Boletim Focus

Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (11/9) pelo Banco Central (BC) com a m√©dia das opini√Ķes do mercado financeiro projeta novamente alta do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano, passando de 2,64% nas proje√ß√Ķes da semana passada para 2,64% nesta semana. O boletim desta semana projeta um PIB de 1,47% para 2024, contra 1,32% na semana passada, e 2% para 2025 contra 1,90% na semana passada.
O crescimento do PIB neste ano tem surpreendido o mercado, com uma alta de 1,8% no primeiro trimestre e 0,9% no segundo trimestre, de acord

MP que taxa fundos exclusivos não atinge a previdência fechada

O governo assinou nesta segunda-feira (28/8) medida provisória que taxa os rendimentos dos fundos exclusivos da mesma forma que são taxados os demais fundos de investimentos, duas vezes ao ano em seus rendimentos. Atualmente os cotistas dos fundos exclusivos pagam apenas imposto de renda no resgate das cotas ou no encerramento do fundo. A medida deve ser publicada no Diário Oficial da União de amanhã.
A MP assinado pelo governo não atinge os fundos exclusivos das entidades fechadas de previdência, que gozam de isenção tributária dur

Vitória apertada do 0,50 pp no Copom reflete divisão do mercado

O resultado de cinco a quatro na votação do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central que reduziu em 0,50 ponto percentual a taxa básica de juros da economia, a Selic, nesta quarta-feira (2/8), reflete bem a divisão do mercado financeiro. No dia anterior, terça-feira, o grupo de economistas da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) apostava numa redução de apenas 0,25 ponto percentual. Outros, entretanto, como a economista sênior para Brasil e Argentina da Bloomberg Economics, Adriana D

Com voto de desempate de Campos Neto, Selic cai à 13,25% ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom) reunido nesta quarta-feira (2/8) decidiu por maioria reduzir a taxa básica de juros da economia, a Selic, em 0,50 ponto percentual, para 13,25% ao ano. A decisão foi tomada pela maioria dos membros do órgão, com cinco votos a favor da redução em 0,50 pp contra quatro votos a favor de uma redução menor, de 0,25 pp. O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, votou a favor do corte de 0,50 pp, funcionando como o voto de desempate .
√Č a primeira redu√ß√£o da Selic em 29 meses, desde mar√ßo de 202