Mainnav

Sicredi capta para financiar empresas lideradas por mulheres

O Sicredi assinou nesta ter√ßa-feira (5/12), na Confer√™ncia das Na√ß√Ķes Unidas sobre Mudan√ßas Clim√°ticas (COP 28) que ocorre em Dubai, acordo de capta√ß√£o de US$ 125 milh√Ķes destinados ao financiamento de micro, pequenas e m√©dias empresas lideradas por mulheres, parte delas da Amaz√īnia. O acordo ocorreu ap√≥s o banco ingressar na Rede Financeira para a Amaz√īnia, organismo liderado pelo BID Invest e pela Corpora√ß√£o Financeira Internacional (IFC) com objetivo de promover a melhoria da qualidade de vida e a preserva√ß√£o ambiental da regi√£o.
Os

Bradesco anuncia Marcelo Noronha como novo presidente executivo

Marcelo Noronha, novo presidente do Bradesco
Marcelo Noronha, novo presidente do Bradesco

O Bradesco divulgou na manhã desta quinta-feira (23/11) um comunicado confirmando o executivo Marcelo Noronha como novo presidente executivo da instituição, em substituição a Octavio de Lazari Junior, que após cinco anos na função passará a ocupar uma das cadeiras do Conselho de Administração.
‚ÄúA mudan√ßa tem o prop√≥sito de iniciar um ciclo de projetos e objetivos estrat√©gicos robustos para os pr√≥ximos anos‚ÄĚ, afirmou o presidente do Conselho de Administra√ß√£o do Bradesco, Luiz Carlos Trabuco Cappi. ‚ÄúO contexto de mercado √© absolutamente d

BB abre nova estratégia com negociação de créditos de carbono

O Banco do Brasil (BB) atuou pela primeira vez em sua hist√≥ria na negocia√ß√£o de cr√©ditos de carbono no mercado internacional. A opera√ß√£o envolveu a compra de 5 mil cr√©ditos de carbono do Projeto Envira Amaz√īnia, operado no mercado secund√°rio pelo banco franc√™s BNP Paribas, e a venda para o Standard Chartered Bank no exterior.
A transa√ß√£o piloto serviu de teste para validar o novo modelo de neg√≥cios do BB. Com certifica√ß√£o pela Verra, o principal avaliador do mercado volunt√°rio de carbono por meio de redu√ß√Ķes de desmatamento e degrada√ß√£o

Febraban comemora aprovação do novo Arcabouço Fiscal

A Federa√ß√£o Brasileira dos Bancos (Febraban) comemorou a aprova√ß√£o, nesta quarta-feira (24/5), do novo Arcabou√ßo Fiscal. ‚ÄúOs empenhos pessoais do presidente da C√Ęmara dos Deputados, deputado Arthur Lira, do relator da proposta, deputado Cl√°udio Cajado, e do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, foram essenciais para garantir a ampla discuss√£o da proposta e a constru√ß√£o de um texto que mereceu a aprova√ß√£o por n√ļmero expressivo de deputados‚ÄĚ, afirmou em nota √† imprensa o presidente da Febraban, Isaac Sidney.
Segundo Sidney, “a proposta ap

Eduardo Tabone é o novo diretor executivo do Julius Baer

Eduardo Tabone √© o novo diretor executivo do grupo Julius Baer no Brasil, ap√≥s um per√≠odo de desligamento remunerado (garden leave) de sete meses do Safra, onde esteve por um ano e dois meses na fun√ß√£o de head de Private Banking Novos Negocios. Com 25 anos de atua√ß√£o no mercado de investimentos, Tabone tem passagens anteriores pelo Ita√ļ Unibanco, Merrill Lynch, Citibank e Banco Brascan. √Č formado em economia e possui MBA pela FGV.

Fundos de pensão suíços temem concentração após UBS comprar CS

A compra do Credit Suisse pelo UBS, numa transa√ß√£o fechada neste √ļltimo final de semana pela quantia de US 3,23 bilh√Ķes, levantou entre os fundos de pens√£o su√≠√ßos o temor de que a jun√ß√£o dos dois grupos financeiros reduza a concorr√™ncia e diminua a for√ßa dos clientes na negocia√ß√£o com os bancos.
Segundo o presidente da associa√ß√£o su√≠√ßa de fundos de pens√£o (Asip), Martin Roth, ‚Äúmuitos de nossos membros mant√™m rela√ß√Ķes comerciais com o Credit Suisse e o UBS por motivos de diversifica√ß√£o e se veem confrontados da noite para o dia com uma c

Grupo UBS compra banco Credit Suisse por US$ 3,23 bilh√Ķes

O grupo su√≠√ßo UBS Group AG adquiriu o banco Credit Suisse por US$ 3,23 bilh√Ķes, informou no domingo (19/3) o Banco Nacional da Su√≠√ßa (SNB, na sigla em ingl√™s). O valor √© tr√™s vezes o US$ 1 bilh√£o que o pr√≥prio UBS teria sido oferecido no in√≠cio dos problemas do CS, alguns dias antes, que foi rejeitado.
O acordo de compra prev√™ ainda uma assist√™ncia de liquidez ao CS no valor de US$ 108 bilh√Ķes por parte SNB, al√©m de uma garantia por parte do governo federal da Su√≠√ßa, de US$ 9,7 bilh√Ķes, a uma parte espec√≠fica do portf√≥lio e que s√≥ poder

Sasseron e Geovanne são indicados para vice-presidências do BB

Da esq. para dir.: Ricardo Sasseron e Marco Geovanne, indicados para vice-presidentes do Banco do Brasil
Da esq. para dir.: Ricardo Sasseron e Marco Geovanne, indicados para vice-presidentes do Banco do Brasil

O Banco do Brasil indicou Jos√© Ricardo Sasseron e Marco Geovanne para ocuparem, respectivamente, as vice-presid√™ncias de Governo e Sustentabilidade Empresarial e de Gest√£o Financeira (CFO) da institui√ß√£o. Ambos s√£o ex-diretores da Previ, o fundo de pens√£o do Banco do Brasil, o primeiro da √°rea de Benef√≠cios e o segundo da √°rea de Participa√ß√Ķes. A nomea√ß√£o de Sasseron aconteceu nesta quarta-feira (25/1) e a de Geovanne na √ļltima sexta-feira (20/1).
Sasseron trabalhou no Banco do Brasil por 32 anos, tendo exercido a diretoria de Seguridad

Nova presidente da Caixa toma posse defendendo banco estatal

Rita serrana, nova presidente da Caixa
Rita serrana, nova presidente da Caixa

Prestigiada ela presen√ßa do presidente Lula em sua posse como nova presidente da Caixa, Rita Serrana fez quest√£o de ressaltar que assume a institui√ß√£o ap√≥s um per√≠odo de den√ļncias de ass√©dio sexual e moral, ocorridas durante o governo passado. ‚ÄúA gest√£o pelo medo na Caixa acabou‚ÄĚ, disse ela, que tem uma carreira de 30 anos na institui√ß√£o.
Em seu discurso, a nova presidente defendeu o car√°ter estatal do banco. Lembrou das amea√ßas de privatiza√ß√£o sofridas no √ļltimo governo e a import√Ęncia social da institui√ß√£o durante a pandemia. O aux√≠li

ABBC publica nota de rep√ļdio aos atos antidemocr√°ticos

A ABBC (Associa√ß√£o Brasileira de Bancos) divulgou nota na qual repudia os atos antidemocr√°ticos ocorridos no domingo (8/1), em Bras√≠lia, com invas√£o das sedes do Congresso Nacional, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Pal√°cio do Planalto. Segundo a nota da entidade, ‚Äúa liberdade democr√°tica de manifesta√ß√£o n√£o pode ser confundida com a possibilidade de vandalismo dos bens p√ļblicos e o uso de viol√™ncia‚ÄĚ.
A nota da associa√ß√£o diz que ‚Äúa ABBC defende o pleno funcionamento do estado democr√°tico de direito e o respeito √†s institui√ß√Ķes rep