Mainnav

Previc aprova fim de idade mínima em plano do Infraprev

O Infraprev, fundo de pensão dos funcionários de seis empresas aeroportuárias, recebeu em maio autorização da Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc) para a execução de mudanças relevantes no regulamento do Plano Associativo Infraprev (PAI I), como a possibilidade de resgates parciais dos saldos pelos participantes e o fim da exigência de uma idade mínima para requerimento dos benefícios. Com as alterações, a entidade espera atrair portabilidades de recursos de participantes que se desligaram do plano CV sem ter direit

Rentabilidade média de 119 EFPCs foi de 1,14% em maio, diz Aditus

Estudo elaborado pela Consultoria Aditus com 119 Entidades Fechadas de Previdência Complementar (EFPC), cujo patrimônio somado atingia R$ 260 bilhões ao final de maio, mostra que a rentabilidade média do grupo foi de 1,14% no mês. No acumulado dos primeiros cinco meses do ano a rentabilidade média do grupo ficou em 3,69% e no acumulado de 12 meses até maio ficou em 11,60% (ver quadro abaixo).
Das doze classes de investimento em que o estudo é dividido, a que apresentou a melhor performance no mês foi renda variável passiva, com alta de

Funpresp-Jud obtém retorno nominal de 1,07% em maio

O Funpresp-Jud, o fundo de pensão dos servidores do Judiciário e do Ministério Público federais, apurou retorno nominal de 1,07% em maio, o equivalente a 0,24% em termos reais. No acumulado do ano, a entidade registra um ganho acumulado nominal de 2,63% (-0,57 real), 2,23 pontos percentuais abaixo do benchmark (IPCA + 4,15% ao ano).
Com rentabilidade de 5,24%, a carteira de renda variável foi a grande responsável pela performance positiva da entidade em maio, vindo a seguir a renda fixa e os fundos multimercados, com evoluções de 0,83%

Câmara do Rio aprova projeto que prevê criação de EFPC

A Câmara Municipal do Rio de Janeiro aprovou na última terça-feira (15/06) o Projeto de Lei (PL) 60/2021, de autoria do Executivo, que institui o regime de previdência complementar na ex-capital da República. Em seu artigo 3º, o PL 60/2021 abre espaço para a criação de uma entidade fechada de previdência complementar (EFPC) municipal, a RioPrevi, encarregada de administrar planos de complementação de aposentadorias dos servidores cariocas e, também, de servidores de outros entes federativos.
Encaminhado ao Legislativo em 4 de março, o

MBPrev divulga rentabilidade das carteiras em maio

A MBPrev, fundo de pensão dos funcionários da Mercedes Benz do Brasil, fechou o mês de maio com rentabilidade de 0,30% para o perfil conservador, 1,06% para o perfil moderado e 1,50% para o perfil arrojado. No acumulado do ano até o mesmo mês, os perfis renderam 0,86%, 1,34% e 1,83%, respectivamente.
A carteira conservadora da MBPrev tem 100% alocado em renda fixa, a moderada tem a meta de alocar 10% em renda variável (pode variar entre 0% e 15%) e a arrojada tem a meta de alocar 20% em renda variável (pode variar entre 10% e 25%).

Previ comemora saída do FIP Crescera Educacional II da Afya

A compra pelo conglomerado alemão Bertelsmann da participação que o FIP Crescera Educacional II detinha na companhia de educação médica Afya, que realizou IPO na Nasdaq nos EUA em julho de 2019 e follow-on em fevereiro de 2020, foi comemorada pela Previ, o fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil. Com a compra dessa participação pela empresa alemã, o fundo do qual a Previ é quotista será liquidado e deve trazer, nas palavras do comunicado divulgado pela fundação, “um excelente retorno para o Plano 1 e o Previ Futuro”.

Plano CD da Faceb bate índice de referência em maio

A Faceb, o fundo de pensão dos funcionários da Companhia Energética de Brasília (CEB), apurou em maio retornos na faixa de 1,14% a 1,42% em seus três planos de benefícios. O ponto alto foi o Cebprev, de Contribuição Definida (CD), que superou em 0,69 ponto percentual o seu índice de referência graças à valorização de 6,09% da carteira de renda variável. Com patrimônio de R$ 1,10 bilhão, o equivalente a 72% dos ativos da entidade, o produto acumulou de janeiro a maio um ganho de 3,25%, 1,21 ponto percentual abaixo do alvo.
Os demais plan

Funpresp lança edital para contratar gestores de fundos de crédito privado

A Funpresp-Exe, fundo de pensão dos funcionários públicos federais do executivo e legislativo, lançou um edital para a seleção de quatro gestores dos quais os dois melhor classificados farão a gestão de dois fundos exclusivos de crédito privado no valor de R$ 150 milhões cada. Conforme antecipado por Investidor Institucional em matéria publicada na data de 06 de abril, o contrato de gestão dos dois fundos será de cinco anos com mandatos para baixo risco de crédito, tendo como benchmark IPCA + 4,5% ao ano.
De acordo com o diretor-preside

Funcef fecha 1º tri com rentabilidade de 5,75%

A Funcef, fundo de pensão dos funcionários da Caixa, apresentou superávit consolidado de R$ 1,82 bilhão no primeiro trimestre do ano, com a carteira total de investimentos, que somava R$ 83,9 bilhões no período, alcançando uma rentabilidade de 5,75% frente a uma meta atuarial de 3,09%.
O maduro plano REG/Replan, com menor exposição à bolsa e carregando uma carteira de títulos públicos marcados na curva, obteve rentabilidade de 7,69% na modalidade Saldado e de 6,03% na modalidade Não Saldado, para uma meta atuarial de 3,09%. Já os planos

Prevcom apura rentabilidade de 0,97% em maio

A Fundação de Previdência Complementar do Estado de São Paulo (Prevcom) apurou retorno de 0,97% em maio, elevando a rentabilidade acumulada no ano para 4,50%, 0,42 ponto percentual abaixo do alvo de 4% ao ano além da variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O patrimônio dos planos de benefícios administrados pela entidade alcançou a marca de R$ 1,94 bilhão, com o acréscimo de R$ 33 milhões em contrapartidas governamentais, contribuições dos participantes e rentabilidade dos ativos financeiros.
A performance posi