Mainnav

Os 12 meses do resto de nossas vidas
_ Jorge Simino

Edição 347

Desde 2020, os pre√ßos dos ativos financeiros t√™m sido literalmente abalroados por eventos de natureza n√£o econ√īmica: a pandemia do Covid 19, em 2020 e 2021, e a invas√£o da Ucr√Ęnia pela R√ļssia neste ano. Ainda que ex√≥genos √† economia os acontecimentos tiveram forte impacto na economia real e, por conseguinte, nos ativos financeiros. Apenas para relembrarmos: em mar√ßo de 2020 o √≠ndice SP500 caiu 20% e aqui no Brasil o Ibovespa caiu 30%.
Os efeitos sobre a economia real tamb√©m foram severos, ainda que a mensura√ß√£o tenha demorado naturalmente mais para ser devidamente verificada: em 2020 o PIB americano recuou 3,4% e o PIB no Brasil recuou outros 3,9%. Mas neste ponto √© preciso lembrar tamb√©m as medidas que todos os governos tomaram na tentativa de mitigar os efeitos econ√īmicos da pandemia: uma forte expans√£o fiscal, com medidas diretas de auxilio aos consumidores, de um lado, e de outro uma redu√ß√£o dos juros nominais b√°sicos praticamente a zero. Em resumo, pol√≠tica fiscal e monet√°ria expansionistas.
Esta combina√ß√£o produziu o efeito desejado, a recupera√ß√£o da economia real, mas trouxe consigo outro efeito, este indesejado, a volta da infla√ß√£o. Em n√ļmeros: o PIB dos EUA, EM 2021, subiu 5,7% e a infla√ß√£o 5,5% (PCE); no Brasil, a recupera√ß√£o do PIB foi de 4,6%, mas o IPCA alcan√ßou 10,1%.
Neste ponto do processo de recupera√ß√£o surge a invas√£o da Ucr√Ęnia pela R√ļssia,no dia 24 de fevereiro de 2022, e assim esse evento geopol√≠tico faz disparar os pre√ßos das commodities, particularmente aquelas nas quais os dois pa√≠ses tem maior presen√ßa no com√©rcio mundial petr√≥leo, g√°s natural, fertilizantes e trigo. Se a pandemia j√° havia causado diversos problemas nas cadeias de suprimento, agora a guerra ir√° agrav√°-los sobremaneira, principalmente no que diz respeito a infla√ß√£o.
Aqui poder√≠amos dizer que come√ßa um per√≠odo de comportamento ‚Äúex√≥tico‚ÄĚ das autoridades, em geral, e dos bancos centrais, em particular, com destaque √≥bvio para o FED ‚Äď banco central americano. Evitando subir os juros b√°sicos com receio de conter a recupera√ß√£o da economia no seu est√°gio inicial, o FED partiu para o contorcionismo verbal. No primeiro est√°gio criou a figura do ‚Äúaverage target inflation‚ÄĚ dizendo que poderia admitir uma infla√ß√£o um pouco acima de 2% por algum tempo antes de elevar os juros b√°sicos. Nunca ficou claro quanto acima e por quanto tempo esse desvio da infla√ß√£o seria tolerado, mas o mercado digamos que ‚Äúcomprou‚ÄĚ a ideia. A fase dois foi o ‚Äúfoward guidance‚ÄĚ, outro exerc√≠cio verbal tentando induzir o mercado a elevar as taxas longas pela demonstra√ß√£o inequ√≠voca do FED de fazer o que for preciso para conter a infla√ß√£o (em linguagem chula: pol√≠tica monet√°ria no gog√≥). E, na √ļltima fase, o diagn√≥stico de que a alta da infla√ß√£o seria transit√≥ria. E para completar o FED expandiu seus ativos da casa dos 4,5 trilh√Ķes de d√≥lares, em 2019, para quase 9 trilh√Ķes de d√≥lares ao fim de 2021.
No Brasil tivemos a condução da política sanitária que os livros de história certamente encontrarão os melhores adjetivos para qualificá-la, ao lado de uma expansão fiscal mal dimensionada e uma redução da Selic para patamares claramente insustentáveis.
O mais curioso, contudo, foi o comportamento dos agentes do mercado diante deste processo. Tanto l√° fora quanto c√° internamente houve uma esp√©cie de ‚Äúlapso de capacidade cr√≠tica‚ÄĚ em perceber uma situa√ß√£o econ√īmica cada vez mais complexa como algo trivial.
E assim chegamos ao título deste artigo, qual seja, os próximos doze meses do resto de nossas vidas.
No cen√°rio externo, nossa convic√ß√£o √© que tivemos at√© aqui apenas a primeira fase de ajuste nos pre√ßos dos ativos financeiros. O valor de mercado das empresas do √≠ndice SP500 era da ordem de 42 trilh√Ķes de d√≥lares, em dezembro de 2021, e no final de junho de 2022 este valor recuou para 33 trilh√Ķes de d√≥lares, ou seja, uma perda de 9 trilh√Ķes de d√≥lares - um montante equivalente a 36% do PIB americano. E o processo de subida dos juros b√°sico (FED Funds) deve prosseguir ainda por v√°rios meses adiante. Enfim, temos com certeza um cen√°rio de desacelera√ß√£o das economias desenvolvidas com alta probabilidade de chegar a uma recess√£o. Os problemas que assolam a economia europeia, Alemanha √† frente, s√£o inclusive mais complexos que os desafios na economia americana.
No cen√°rio dom√©stico, o volume de problemas que aguardam o vencedor das elei√ß√Ķes de outubro faz com que os doze trabalhos de H√©rcules fique parecendo o jogo de amarelinha. A desorganiza√ß√£o na esfera fiscal, a infla√ß√£o represada para 2023, os servidores p√ļblicos federais civis sem reajuste salarial nos √ļltimos tr√™s anos (os militares tiveram uma reestrutura√ß√£o de carreira e dados do Tesouro Nacional indicam um incremento de gastos com esses servidores de 25,8%, em 2021 comparado a 2018), a redu√ß√£o das verbas para educa√ß√£o em 21,5% (o mesmo relat√≥rio do tesouro nacional indica que as despesas discricion√°rias relativas √† educa√ß√£o ca√≠ram de R$ 25,1 bilh√Ķes, em 2018, para R$19,7 bilh√Ķes , em 2021) e a lista vai longe.
Há os que aplaudem esse tipo de ajuste claramente insustentável no longo prazo, mas a conta pelo esgarçamento do tecido social um dia chega.
Conclus√£o simples (alguns poder√£o considerar simpl√≥ria ‚Äď que seja): tempos de proteger o patrim√īnio com uma gest√£o de risco muito rigorosa.

Jorge Simino é diretor de Investimentos da Vivest