Fusan adota energia solar em sua sede

Decididas a enxugar as despesas administrativas, diversas entidades fechadas de previdência complementar (EFPCs) estão investindo em sistemas de energia solar fotovoltaicos. O grupo, que inclui Previ, Capef e Ceres, entre outras, acaba de ganhar a adesão da Fusan, o fundo de pensão da Companhia de Saneamento do Paraná, a Sanepar.

Desde setembro, a sede da entidade, em Curitiba, está transformando a luz do sol em energia elétrica. A medida proporcionará uma redução de custos energéticos por volta de R$ 32 mil por ano, com retorno do investimento em 3,7 anos.

“A produção mensal é de 3.659 kWh, o equivalente a 45% da energia que utilizamos”, informa a diretora-presidente Cláudia Trindade. “Além de proporcionar economia, a iniciativa atende ao sétimo dos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, traçados pela ONU, o que traduz o nosso compromisso com o meio ambiente.”


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso