Mainnav

Precatórios ajudam rentabilidade da Forluz em outubro

A rentabilidade de outubro dos planos da Forluz, fundo de pens√£o dos funcion√°rios da Cemig, foi impactada positivamente pela entrada de R$ 117,34 milh√Ķes em precat√≥rios do Governo Federal, sendo R$ 79,58 milh√Ķes no Plano A e R$ 37,76 milh√Ķes no Plano B.
Com isso, o plano A, de Benef√≠cio Definido (BD), obteve rentabilidade de 1,57% no m√™s, de 14,18% no acumulado do ano e de 14,85% no acumulado de 12 meses, para metas atuariais de 0,69%, 8,49% e 10,59% nos mesmos per√≠odos. O plano A possui uma carteira de investimentos de R$ 6,53 bilh√Ķes.
O plano B, de Contribui√ß√£o Definida (CD), teve rentabilidade consolidada de 0,53 % em outubro, 8,78% no acumulado do ano e 9,77% em 12 meses, para objetivos de rentabilidade de 0,67%, 8,31% e 10,37% nos mesmos per√≠odos. Em outubro, o perfil Ultraconservador rendeu 0,94%, o Conservador 0,43%, o Moderado -0,07%, o Agressivo -0,89% e o Vital√≠cio 0,43%. O plano B possui uma carteira de investimentos de R$ 13,34 bilh√Ķes.
O Taesaprev, tamb√©m de Contribui√ß√£o Definida (CD), teve rentabilidade consolidada negativa de -0,18 em outubro, de 8,10% no acumulado do ano e de 7,50% em 12 meses, para metas de 0,59%, 7,45% e 9,33% nos mesmos per√≠odos. Em outubro, o perfil Ultraconservador rendeu 0,44%, o Conservador 0,02%, o Moderado -0,40% e o Agressivo -1,11%. O Taesaprev possui uma carteira de investimentos de R$ 77,23 milh√Ķes.