Mainnav

Fundos precisam ir além dos investimentos ESG, diz especialista

Tatiana SassonLightrockA tem√°tica ESG (de ambiental, social e governan√ßa, na sigla em ingl√™s), um dos selos mais valorizados atualmente, n√£o deve ser suficiente para orientar os investimentos de fundos de pens√£o, segundo a head de impacto Latam da Lightrock, Tatiana Sasson. Para a especialista, √© preciso que as entidades pensem al√©m das aplica√ß√Ķes em empresas que prezam pela consci√™ncia ambiental, social e de governan√ßa.
‚ÄúESG √© o elementar, mas investimentos de impacto s√£o diferentes, v√£o al√©m e precisam ser o foco. Este tipo de investimento tem crescido cada vez mais‚ÄĚ, declarou Sasson nesta quinta-feira (27/6), em palestra durante o 13¬ļ Semin√°rio de Gest√£o de Investimentos nas Entidades Fechadas de Previd√™ncia Complementar (EFPC), organizado pela Abrapp.
Ex- McKinsey, Sasson foi contratada pela Lightrock em  fevereiro √ļltimo. Ela vai coordenar as opera√ß√Ķes latinoamericanas da gestora inglesa de private equity, focada em investimentos de impacto, que chegou ao Brasil em 2017. Desde ent√£o tem feito v√°rias apostas certeiras, participando atualmente do capital de empresas como Creditas, Frete.com, Dock e Dr.Consulta, entre outras. Segundo a Anbima, a gestora possui atualmente R$ 1,91 bilh√£o em ativos sob gest√£o no Brasil.
Segundo Sasson, o investimento de impacto tem uma grande diferen√ßa em rela√ß√£o ao ESG. Enquanto o ESG prop√Ķe como uma empresa deve realizar sua atividade, com foco nos tr√™s t√≥picos que comp√Ķem a sigla, o investimento de impacto trata do neg√≥cio em si, ou seja: se o produto ou servi√ßo oferecido pela companhia tem impacto positivo no mundo. ‚ÄúOs crit√©rios de ESG est√£o mais maduros, o greenwashing acontece cada vez menos. Mas precisamos ver se a empresa traz benef√≠cio social e ambiental com inten√ß√£o, se √© capaz de mensurar esse benef√≠cio e se h√° retorno financeiro. Essa √© a estrutura de um investimento de impacto‚ÄĚ, afirmou.
O painel da Abrapp sobre investimentos ESG contou com a participa√ß√£o da coordenadora de responsabilidade socioambiental da Funda√ß√£o Real Grandeza, Raquel Castelpoggi, que tamb√©m coordena o Comit√™ de Sustentabilidade da Abrapp. Segundo ela, embora haja necessidade de se olhar para al√©m do ESG, as quest√Ķes ambientais ainda devem ser levadas em conta nas op√ß√Ķes de investimentos das entidades.
‚Äú√Č muito importante a gente avaliar os riscos dos nossos investimentos‚ÄĚ, lembrou Castelpoggi. ‚ÄúUm dos mais significativos, hoje, √© em rela√ß√£o √†s mudan√ßas clim√°ticas. A crise clim√°tica causa tanto preju√≠zo quanto uma guerra perene e cont√≠nua. Mas n√£o se trata de investir em ESG, √© muito mais amplo do que isso‚ÄĚ, avaliou.