Fusões e aquisições segue em alta no 1ºT, segundo KPMG

Levantamento realizado pela consultoria KPMG mostra que o número total de fusões e aquisições manteve tendência de crescimento no primeiro trimestre de 2019. Nesse período, foram registradas 250 operações, contra 243 do trimestre anterior (alta de 3%) e 234 registradas no primeiro trimestre do ano anterior (alta de 7%).

De acordo com o sócio-líder da área de fusões e aquisições da KPMG no Brasil, Luis Motta, "o mercado brasileiro segue aquecido com os líderes de empresas que operam no Brasil buscando soluções que gerem negócios. Como as fusões e aquisições de 2018 bateram recorde em relação ao ano anterior, com alta consolidada de 16,5%, observamos, no primeiro trimestre de 2019, uma continuidade na confiança do empresariado. Além disso, cabe destacar que operações de fusões e aquisições representam uma estratégia de crescimento mais rápido".

Os setores com maior número de transações no primeiro trimestre de 2019 foram os seguintes: Companhias de Internet (53); Tecnologia da informação (32); Mídia e Telecomunicações (13); Companhias de energia (13); Hospitais e clínicas de análises laboratoriais (12) e Instituições financeiras (11).

Em termos geográficos, as regiões Sudeste e Sul do Brasil foram as que mais se destacaram, seguindo o que foi registrado em 2018, com exceção da Bahia, com as respectivas porcentagens de fusões e aquisições em cada Estado indicadas a seguir: São Paulo (148), Rio de Janeiro (25), Minas Gerais (15), Paraná (15), Rio Grande do Sul (11), Bahia (10) e Santa Catarina (7).


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso