Emissões caem 19,1% e somam R$ 14,8 bilhões em janeiro

As emissões de companhias brasileiras no mercado de capitais somaram R$ 14,8 bilhões em janeiro de 2020, uma redução de 19,1% em relação ao mesmo período do ano passado, quando o montante captado havia sido de R$ 18,3 bilhões, segundo dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima).

As debêntures representaram 43,2% do total, seguidas dos fundos de investimentos imobiliários e dos CRIs com 13,4% e 12,9%, respectivamente. “Vale atentar que existe a perspectiva de mais R$ 15,8 bilhões que podem ser captados nas próximas semanas por meio da Instrução 400, decorrente das ofertas em andamento (R$ 9 bilhões) e em análise (R$ 6,7 bilhões); R$ 8,4 bilhões são referentes somente às emissões de fundos de investimentos imobiliários”, destaca a associação, em nota.

As operações de renda variável no período representaram 8,4% do total, todas por meio de ofertas subsequentes de ações (follow-ons), que corresponderam a um volume de R$ 1,2 bilhão.

Já as captações externas totalizaram US$ 5,7 bilhões, contra US$ 750 milhões em janeiro do ano passado, todas por meio de operações de dívida.

 


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso