Mainnav

Mercado emite R$ 20,71 bi em janeiro, queda de 22% em 12 meses

Mercado capitaisAs ofertas no mercado de capitais atingiram R$ 20,71 bilh√Ķes em janeiro, distribu√≠dos em 166 emiss√Ķes. Segundo a Associa√ß√£o Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), o volume representa uma queda de 22% na compara√ß√£o com o mesmo m√™s do ano passado, enquanto a quantidade de opera√ß√Ķes cresceu 41,9%.
Os t√≠tulos de renda fixa representaram 84,7% das emiss√Ķes do m√™s enquanto os produtos h√≠bridos representaram os 15,3% restantes. N√£o houve emiss√Ķes para renda vari√°vel.
Na renda fixa, as emiss√Ķes foram concentradas em deb√™ntures, que somaram R$ 8,28 bilh√Ķes, uma redu√ß√£o de 55,7% comparado a igual per√≠odo do ano anterior. O prazo m√©dio dos pap√©is ficou em 5,9 anos e, considerando apenas as deb√™ntures incentivadas, esse tempo √© de 9,2 anos. Dos recursos captados, 23,4% foram para investimentos em infraestrutura e 12,5% para gest√£o ordin√°ria.
‚ÄúO atual cen√°rio de queda dos juros √© um catalisador importante para impulsionar o crescimento e a atividade no mercado de capitais ao longo do ano. Com taxas mais baixas, os investidores tendem a diversificar mais, olhando prazos, instrumentos e riscos alternativos‚ÄĚ, afirma Guilherme Maranh√£o, presidente do F√≥rum de Estrutura√ß√£o de Mercado de Capitais da Anbima.
Ainda na renda fixa, as ofertas de CRI (Certificado de Receb√≠veis Imobili√°rios) totalizaram R$ 3,59 bilh√Ķes, com aumento de 283,9% ante janeiro de 2023. J√° os FIDCs (Fundos de Investimento em Direitos Credit√≥rios) tiveram um crescimento de 34,2%, somando R$ 2,96 bilh√Ķes, e os CRAs (Certificados de Receb√≠veis do Agroneg√≥cio) registraram uma expans√£o de 110,9%, atingindo R$ 1,52 bilh√£o.
Nos produtos h√≠bridos, os FIIs (Fundos de Investimento Imobili√°rio) se destacaram em janeiro, alcan√ßando R$ 3,1 bilh√Ķes, mais do que o dobro (103,4%) do montante contabilizado no mesmo m√™s.