Mainnav

Estudo da Bain & Company mostra private equity menor em 2023

Relatório da consultoria Bain & Company sobre o mercado global de private equity indica que o tamanho do setor ao final de 2023 equivalia a 40%, em termos de valores, e 65%, em termos de volume de transações, do seu pico em 2021. Enquanto as taxas de juros subiram em uma velocidade sem paralelos desde a década de 1980, o valor de saída das empresas declinou 66% e o número de fundos encerrados caiu quase 55%.
Segundo o relatório, os múltiplos de preço dos negócios, que tendem a se mover inversamente às taxas de juros, caíram ligeiram

Spectra faz aporte de R$ 50 milhões em gestora da área esportivo

Renato Abissamra, sócio e diretor da Spectra
Renato Abissamra, sócio e diretor da Spectra

A Spectra, gestora de investimentos alternativos com mais de R$ 7 bilhões sob gestão, anunciou um investimento de R$ 50 milhões na OutField Ventures, gestora de recursos com foco exclusivo nos mercados de esporte e entretenimento. O objetivo da parceria é investir em oportunidades de equity e crédito, em um setor que vem se profissionalizando e que apresenta projeções agressivas de crescimento nas próximas décadas. “Conhecemos a OutField há um ano e ficamos impressionados com o conhecimento de mercado, reputação e experiência do time”, afirm

Fundos fecham 1º tri com captação líquida puxada pela renda fixa

O segmento de fundos de investimento registrou captação líquida de R$ 105 bilhões no primeiro trimestre de 2024, puxado principalmente pela renda fixa que teve um saldo positivo de R$ 131,7 bilhões no período, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Nessa classe, os fundos de renda fixa de infraestrutura se destacaram com entradas líquidas de R$ 22,2 bilhões no acumulado dos três primeiros meses do ano.
Mas fora da classe de renda fixa predominaram os resgates líquidos. Nos multimer

HMC fará distribuição de fundo de venture capital da Astella

Lina Lisbona, responsável por captação de recursos e ESG na Astella
Lina Lisbona, responsável por captação de recursos e ESG na Astella

A HMC Capital fechou parceria com a Astella, gestora de venture capital que investe em startups em estágio inicial, para distribuir seus produtos junto a clientes institucionais, incluindo single e multi family offices, fundos de pensão, wealth managers, bancos e instituições financeiras de desenvolvimento.
Com investimentos em empreendedores brasileiros desde 2010, a gestora já realizou aportes em 58 empresas por meio de cinco fundos (Journey I a Journey V), além de quatro veículos de investimentos dedicados, sendo responsável por lid

Pesquisa da Sitawi mostra avanços nos investimentos de impacto

Leonardo Letelier, CEO da Sitawi
Leonardo Letelier, CEO da Sitawi

A Sitawi Finanças do Bem realizou uma pesquisa junto a 28 representantes de single family offices, multi-family offices e outros assessores não financeiros para tentar entender como esse público lida com temas como investimentos e filantropia. Primeiro apresentou ao grupo uma tabela que divide as aplicações financeiras em várias categorias, começando pelos investimentos tradicionais (sem qualquer preocupação ESG), depois os responsáveis (que usam o ESG para proteger o valor dos investimentos), os sustentáveis (com práticas ESG progressistas)

Carteiras de curto prazo têm as melhores rentabilidades de março

Levantamento realizado pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) mostra que os títulos de renda fixa com prazo mais curto tiveram os melhores retornos de março nos índices da associação. O padrão vem se repetindo desde janeiro deste ano, tanto nos papéis públicos quanto corporativos.
“O resultado é reflexo das dúvidas do mercado em relação ao início do ciclo de queda dos juros americanos e à meta inflacionária do Brasil no próximo ano, que continua mantendo projeções de inflação acima do cen

Patrimônio dos Fiagros cresceu mais de 100% em 12 meses, diz CVM

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou nesta semana boletim sobre o mercado do agronegócio, no qual destaca o crescimento de 103% no patrimônio líquido dos Fundos de Investimento nas Cadeias Produtivas Agroindustriais (Fiagros) em 12 meses, passando de 10,5 bilhões em dezembro de 2022 para R$ 21,3 bilhões em dezembro de 2023. O estudo da CVM ressalta que “não foram considerados nessa conta os 7 FIPs já existentes, que migraram para a categoria Fiagro-FIP no último trimestre, com um PL de R$ 16,7 Bilhões”, os quais, se incluídos, im

VanEck assume controle da Investo

A Investo, gestora brasileira de ETFs, recebeu um aporte de US$ 15 milhões (R$ 75 milhões) da gestora norte-americana VanEck. É o segundo aporte da gestora norte-americana na brasileira (o primeiro, de R$ 40 milhões, ocorreu em 2022), tornamdo-se a partir de agora sócia majoritária da operação.
O sócio-fundador da Investo, Cauê Mançanares, permanece à frente do negócio com foco na expansão do mercado de ETFs no Brasil.
Fundada em 1955, em Nova York, a VanEck é uma gestora privada com presença global. Atualmente operando nos Estados

Fundos têm resgates líquidos de R$ 13,5 bi entre 18 e 22 de março

O segmento de fundos de investimento registrou resgates líquidos de R$ 13,54 bilhões na semana entre os dias 18 e 22 de março, segundo a Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Ainda de acordo com a associação, no acumulado do mês até 22 de março o saldo é positivo em R$ 26,42 bilhões e no acumulado ano até a mesma data o saldo é positivo em R$ 121,22 bilhões.
Na semana, os resultados ruins foram puxados pelos FIDCs (Fundos de Investimento em Direitos Creditórios) com perdas líquidas de R$ 9,4

Reag retoma processo de aquisições anunciando a compra da Quasar

João Mansur, CEO da Reag
João Mansur, CEO da Reag

A Reag, gestora com forte atuação no mercado de investidores private, anunciou nesta quarta-feira (27/3) a compra da gestora Quasar, com cerca de R$ 1 bilhão sob gestão. É a primeira aquisição da Reag neste ano, após três aquisições feitas no ano passado e outras seis em 2022. A Reg fechou o ano passado com R$ 173 bilhões sob gestão, segundo o ranking Top Asset editado por esta publicação.
No ano passado a Reag comprou a corretora de seguros Touareg, a fintech de crédito pessoal Bom prá Crédito e a empresa de welth management Quadrante,