Mainnav

Securitização em alta justificou nova superintendência da CVM

mauricio visconti absia2A cria√ß√£o de uma nova superintend√™ncia da Comiss√£o de Valores Mobili√°rios (CVM), dedicada a cuidar exclusivamente de assuntos relacionados √† √°rea de securitiza√ß√£o, foi recebida com surpresa por profissionais que atuam nesse mercado. ‚ÄúA gente estava pedindo √† CVM a cria√ß√£o de uma ger√™ncia de securitiza√ß√£o, √† exemplo da ger√™ncia de fundos estruturados que funciona dentro da superintend√™ncia de rela√ß√Ķes com investidores institucionais da autarquia, n√£o esper√°vamos essa abrang√™ncia‚ÄĚ, explicou o presidente da Associa√ß√£o Brasileira das Securitizadoras Imobili√°rias e do Agroneg√≥cio (ABSIA), Maur√≠cio Visconti.
Segundo ele, n√£o fazia sentido que as securitizadoras continuassem a ser tratadas dentro da lei geral das SA, at√© porque a frequ√™ncia com que emitem pap√©is √© muito maior do que qualquer grande empresa de capital aberto. Uma empresa de capital aberto de grande porte, por exemplo, faz uma ou duas emiss√Ķes por ano, j√° uma securitizadora de pequeno porte faz pelo menos duas emiss√Ķes por m√™s. No caso de uma securitizadora de grande porte, s√£o cerca de dez emiss√Ķes mensais.

Recorrentes - Dessa forma, segundo ele, o setor precisava mesmo de uma regulamenta√ß√£o diferenciada, espec√≠fica, uma vez que as securitizadoras t√™m nas emiss√Ķes o seu objetivo fim e as empresas que atuam em outras atividades t√™m nelas o seu objetivo meio. ‚ÄúAs securitizadoras s√£o empresas de emiss√Ķes recorrentes, ao contr√°rio de outras empresas que emitem esporadicamente‚ÄĚ, diz. ‚ÄúAgora, com a superintend√™ncia da CVM, acredito que isso vai come√ßar a ficar mais claro‚ÄĚ.
No documento que a ABSIA enviou √† CVM ao final do ano passado, no qual pedia a cria√ß√£o de uma ger√™ncia de securitizadoras subordinada √† superintend√™ncia de rela√ß√Ķes com investidores institucionais, como j√° existia para a √°rea de fundos estruturados (FIDCs, FIIs e FIPs), constavam informa√ß√Ķes sobre o r√°pido crescimento da atividade de securitiza√ß√£o. Segundo Visconti, isso pode ter pesado na decis√£o da autarquia de criar a superintend√™ncia da √°rea.
De acordo com ele, no ano de 2019 foram realizadas 183 emiss√Ķes de Certificados de Receb√≠veis Imobili√°rios (CRIs) e 69 emiss√Ķes de Certificados de Receb√≠veis do Agroneg√≥cio (CRAs), num total de 252 emiss√Ķes via ofertas p√ļblicas. Para efeito de compara√ß√£o, √© um volume superior √†s 248 emiss√Ķes de FIDCs e √†s 195 emiss√Ķes de FIIs feitas no mesmo per√≠odo. No ano passado, at√© novembro, foram feitas 176 emiss√Ķes de CRIs e 39 de CRAs, num total de 215 emiss√Ķes realizadas em onze meses via ofertas p√ļblicas. As emiss√Ķes de dezembro ainda n√£o foram contabilizadas, mas dados preliminares permitem afirmar que foram elevadas, principalmente de CRIs, o indicaria que no acumulado do ano poderia-se alcan√ßar ou ficar pr√≥ximo do total de 2019.
Al√©m disso, as securitizadoras tamb√©m est√£o fazendo emiss√Ķes para as fintechs de cr√©dito, seja na √°rea de aluguel imobili√°rio, empr√©stimos para home-equity, ou cr√©dito consignado. E essa √© uma √°rea em franco crescimento, que vai demandar cada vez mais opera√ß√Ķes de securitiza√ß√£o, embora atualmente elas estejam sendo feitas via deb√™ntures, como uma SPE (Sociedade de Prop√≥sito Espec√≠fico). ‚ÄúComo n√£o existe uma regulamenta√ß√£o espec√≠fica, as securitizadoras est√£o emitindo deb√™ntures dessa forma, mas a regulamenta√ß√£o precisa tratar disso‚ÄĚ, diz Visconti. ‚Äú√Č um setor novo, em r√°pido crescimento, √© importante criar as regras agora‚ÄĚ.
Com nove securitizadoras associadas, a ABSIA representa hoje cerca de 90% do volume de emiss√Ķes do mercado de CRIs e CRAs. Em 2019, o volume emitido foi de R$ 17,6 bilh√Ķes em CRIs e R$ 14,3 bilh√Ķes em CRAs. J√° em 2020, at√© novembro, as emiss√Ķes somaram R$ 12 bilh√Ķes do primeiro e R$ 8,4 bilh√Ķes do segundo. ‚ÄúTeve uma queda em volume, mas temos que lembrar que 2020 foi um ano de pandemia‚ÄĚ, diz Visconti.

Miss√Ķes - O decreto de cria√ß√£o da nova superintend√™ncia de supervis√£o de securitiza√ß√Ķes, assinado na √ļltima ter√ßa-feira (11/01) pelo presidente Jair Bolsonaro, especifica que a nova superintend√™ncia da CVM ter√° como miss√£o:
‚ÄĘ coordenar, supervisionar e fiscalizar os registros para a constitui√ß√£o de estruturas de securitiza√ß√£o;
‚ÄĘ coordenar, supervisionar e fiscalizar os credenciamentos para o exerc√≠cio de atividades de agentes fiduci√°rios, companhias securitizadoras e ag√™ncias classificadoras de risco;
‚ÄĘ coordenar, supervisionar e fiscalizar as atividades dos ve√≠culos de securitiza√ß√£o registrados na CVM e propor e fiscalizar a observ√Ęncia das normas relacionadas aos registros e √† divulga√ß√£o de informa√ß√Ķes desses produtos;
‚ÄĘ coordenar, supervisionar e fiscalizar outros emissores, produtos e inova√ß√Ķes de mercado que n√£o estejam sob a esfera de compet√™ncia das demais superintend√™ncias, conforme dispuser o regimento interno.

BC divulga ranking Top 5 de janeiro/21 com as que mais acertaram

grafico 4O Banco Central divulgou na √ļltima ter√ßa-feira (12/01) o ranking de janeiro com as institui√ß√Ķes que mais acertaram as proje√ß√Ķes de curto e m√©dio prazo de infla√ß√£o, c√Ęmbio e Selic. As proje√ß√Ķes s√£o feitas por institui√ß√Ķes que atuam no mercado financeiro, como bancos, gestoras de recursos e consultorias al√©m de, em alguns casos, empresas do setor real que possuem equipes especializadas que projetam as principais vari√°veis macroecon√īmicas.
Mensalmente, s√£o divulgados rankings Top 5 de curto e m√©dio prazos. No ranking de curto prazo, avalia-se a precis√£o das proje√ß√Ķes com defasagem de cerca de um m√™s em rela√ß√£o √† publica√ß√£o do indicador analisado nos √ļltimos 6 meses. J√° o ranking de m√©dio prazo considera a precis√£o m√©dia das proje√ß√Ķes de tr√™s per√≠odos consecutivos de 4 meses em rela√ß√£o aos resultados efetivos de tr√™s meses ‚Äď o m√™s de refer√™ncia e os dois meses que o antecedem.
Com base nos acertos das institui√ß√Ķes, o BC divulga a cada come√ßo de m√™s o ranking Top 5, com as mais acertaram. Segue abaixo o ranking de janeiro 2021, com as entidades que mais acertaram:

IPCA Curto Prazo
1 - XP Invest
2 - Bco JP Morgan
2 - Bco Sicredi
2 - Quantitas AM
5 - Bahia AM
5 - Sicredi AM
5 - Sul América Invest

IPCA Médio Prazo
1 - Laic + HFM Gest√£o
2 - Novus Capital
3 - Mapfre Invest
4 - Bco Ribeir√£o Preto
5 - Previ

IGP-M Curto Prazo
1 - Bco JP Morgan
2 - LCA Consultores
3 - Petros
4 - Bco Invest Haitong
5 - MCM Consultores

IGP-M Médio Prazo
1 - Vinland Capital
2 - JGP Gest√£o
3 - LCA Consultores
4 - Bco BNP Paribas
5 - Bco Fibra

Taxa de C√Ęmbio Curto Prazo
1 - Guide Invest CV
2 - LCA Consultores
3 - Mau√° Invest
4 - Kapitalo Invest
5 - CEF

Taxa de C√Ęmbio M√©dio Prazo
1 - Baco Ita√ļ
2 - Rabobank√ļ
3 - J.Safra AM
4 - CEF
4 - LCA Consultores

Meta para Taxa Selic Curto Prazo
1 - Bco Sicredi
1 - Sicredi Asset
3 - Absolute Gest√£o
3 - Ativa Invest
3 - Baco ABC Brasil
3 - Bco do Brasil
3 - Bco Safra
3 - BGC Liquidez
3 - GO Assoc Consult
3 - Inst Fecomércio RJ
3 - LCA Consultores
3 - Rio Bravo
3 - Ventor Invest
3 - Vinlande Capital
3 - XP Invest Corret

Meta para Taxa Selic Médio Prazo
1 - GO Assoc Consult
2 - Bco ABC Brasil
3 - Bco Bradesco
4 - Porto Seguro Invest
5 - Absolute Gest√£o

Decreto cria superintend√™ncia para supervisionar securitiza√ß√Ķes

Publicado na segunda-feira (11/01), o Decreto 10.596 assinado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cria um novo √≥rg√£o de controle vinculado √† estrutura da Comiss√£o de Valores Mobili√°rios (CVM), a Superintend√™ncia de Supervis√£o de Securitiza√ß√£o. 
A nova superintend√™ncia ter√° como miss√£o coordenar, supervisionar e fiscalizar os registros para a constitui√ß√£o de estruturas de securitiza√ß√£o; coordenar, supervisionar e fiscalizar os credenciamentos para o exerc√≠cio de atividades de agentes fiduci√°rios, companhias securitizadoras e ag√™ncias classificadoras de risco; coordenar, supervisionar e fiscalizar as atividades dos ve√≠culos de securitiza√ß√£o registrados na CVM e propor e fiscalizar a observ√Ęncia das normas relacionadas aos registros e √† divulga√ß√£o de informa√ß√Ķes desses produtos; coordenar, supervisionar e fiscalizar outros emissores, produtos e inova√ß√Ķes de mercado que n√£o estejam sob a esfera de compet√™ncia das demais superintend√™ncias, conforme dispuser o regimento interno.

IPOs crescem 344% em 2020 para R$ 45,3 bilh√Ķes

A renda vari√°vel foi o destaque do mercado de capitais em 2020: as ofertas iniciais de a√ß√Ķes (IPOs no acr√īnimo em ingl√™s) registram crescimento de 344,2% em rela√ß√£o a 2019, atingindo a marca de R$ 45,3 bilh√Ķes. De acordo com a Associa√ß√£o Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), o montante √© o maior desde o boom de ofertas iniciais em 2007. O n√ļmero de opera√ß√Ķes tamb√©m cresceu: saltou de cinco para 27, na mesma base de compara√ß√£o.
"O mercado de a√ß√Ķes se manteve aquecido no segundo semestre de 2020. Apesar do impacto da pandemia, o resultado positivo nos IPOs reflete a melhora dos aspectos estruturais do mercado, como juros baixos e os investidores diversificando as carteiras", comenta Jos√© Eduardo Laloni, vice-presidente da Anbima.
J√° as ofertas subsequentes de a√ß√Ķes, os follow-ons, tiveram queda de 7,3% em 2020, para R$ 74,0 bilh√Ķes. As opera√ß√Ķes tamb√©m apresentaram recuo, de 37 para 25. Os fundos de investimentos detiveram a maior parte das a√ß√Ķes nas ofertas p√ļblicas com praticamente a mesma participa√ß√£o de 2019 (43,0%), seguidos dos investidores estrangeiros com 34,1%.
Considerando as opera√ß√Ķes com todos os tipos de t√≠tulos, as emiss√Ķes somaram R$ 369,8 bilh√Ķes no acumulado do ano, uma redu√ß√£o de 14,5% em rela√ß√£o a 2019. O resultado mensal de dezembro (R$ 63,7 bilh√Ķes), no entanto, foi o maior desde outubro de 2010, quando ocorreu uma oferta de a√ß√Ķes da Petrobras no volume de R$ 120,2 bilh√Ķes.
"A queda se dá pelo período de incertezas trazido pela pandemia no primeiro semestre. O movimento de recuperação foi notado a partir de setembro, o que viabilizou o recorde de IPOs, e se intensificou em dezembro, o que dá uma perspectiva positiva para 2021", avalia Laloni.
Em 2020, as deb√™ntures apresentaram a primeira queda de volume desde 2015. As emiss√Ķes tiveram retra√ß√£o de 33,9%, de R$ 184,7 bilh√Ķes em 2019 para R$ 122,1 bilh√Ķes no ano passado. Deste volume, 67,1% foi destinado para capital de giro, refinanciamento de passivos e resgate de deb√™ntures da emiss√£o anterior.
As deb√™ntures incentivadas, emitidas sob a Lei 12.431 e com isen√ß√£o de imposto para pessoa f√≠sica, tiveram recuo de 17,8% em rela√ß√£o ao ano anterior, de R$ 33,8 bilh√Ķes para R$ 27,8 bilh√Ķes, acompanhadas de redu√ß√£o no n√ļmero de opera√ß√Ķes de 76 para 46 neg√≥cios.
Entre os compradores dos pap√©is, houve crescimento das institui√ß√Ķes financeiras e demais ligadas √† oferta, que passaram de R$ 40,6% para 64,5%, enquanto os fundos de investimento reduziram sua participa√ß√£o de R$ 48,8% para 23,4% do total ofertado. "O aumento da participa√ß√£o dos bancos comprando deb√™ntures em ofertas p√ļblicas √© um movimento que teve in√≠cio no final de 2019 e que foi intensificado diante do momento de d√ļvida trazido pela pandemia. Entretanto, vale destacar que a demanda do mercado, principalmente pelos fundos de investimento, voltou aos poucos no segundo semestre do ano", analisa Laloni.
As emiss√Ķes de fundos imobili√°rios bateram recorde em 2020, com R$ 44,1 bilh√Ķes frente a R$ 41,4 bilh√Ķes no ano anterior. As pessoas f√≠sicas s√£o os principais compradores desses ativos, detendo 41,9% do total dispon√≠vel, seguidos pelos fundos de investimentos com 28,1%. "O resultado mostra que o segmento imobili√°rio se manteve na trajet√≥ria de recupera√ß√£o iniciada em 2019", comenta Laloni.
Os Certificado de Receb√≠veis do Agroneg√≥cio (CRAs) tamb√©m alcan√ßaram maior volume da s√©rie hist√≥rica, com R$ 15,0 bilh√Ķes em 2020. O resultado reflete alta de 20,1% frente aos R$ 12,5 bilh√Ķes de 2019. Os demais produtos tiveram quedas de volume na mesma base de compara√ß√£o. Os Certificados de Receb√≠veis Imobili√°rios (CRIs) ca√≠ram de R$ 17,2 bilh√Ķes para R$ 14,5 bilh√Ķes; as notas promiss√≥rias de R$ 36,6 bilh√Ķes para 21,9 bilh√Ķes; e os Fundos de Investimento em Direitos Credit√≥rios (FIDCs) de R$ 40,2 bilh√Ķes para R$ 32,1 bilh√Ķes.
Em 2020, o mercado externo registrou 32 opera√ß√Ķes, o mesmo n√ļmero de 2019, mas com alta de 6,1% no volume acumulado, que cresceu de US$ 24,5 bilh√Ķes para US$ 25,8 bilh√Ķes. Os bonds correspondem por 94,5% do montante, seguidas das opera√ß√Ķes com American Depositary Receipts (ADRs) com 5,5%.

Movimento da bolsa de valores representou 93,1% do PIB em 2020

A bolsa brasileira movimentou R$ 6,45 trilh√Ķes no mercado √† vista durante o ano de 2020, representando 93,1% do valor que se estima tenha alcan√ßado o Produto Interno Bruto (PIB) no ano passado, de R$ 6,93 trilh√Ķes considerando-se uma retra√ß√£o econ√īmica de 4,40% em rela√ß√£o a 2019. √Č a primeira vez que a bolsa chega t√£o perto do PIB, conclui an√°lise feita pela empresa Econom√°tica.
Em 2019, a Bolsa movimentou R$ 3,77 trilh√Ķes no mercado √† vista, para um PIB de R$ 7,25 trilh√Ķes, representando uma rela√ß√£o bolsa/PIB de 52%. Em 2018, para um movimento de R$ 2,66 trilh√Ķes na bolsa, o PIB era de R$ 7 trilh√Ķes, numa rela√ß√£o de 38,7%. At√© o ano de 2017 o volume financeiro da bolsa brasileira era inferior a R$ 2 trilh√Ķes, sendo a rela√ß√£o bolsa/PIB de 28,8% em 2017, de 26% em 2016 e de 24,9% em 2015.

Morre em S√£o Paulo o ex-presidente da Bovespa, Magliano Filho

Raimundo Magliano FilhoMorreu √†s 6:30hs desta segunda-feira (11/01), aos 78 anos, o empres√°rio Raymundo Magliano Filho, ex-presidente da Bolsa de Valores brasileira. Internado h√° 46 dias no Hospital Albert Einsten, em S√£o Paulo, com Covid-19, o executivo n√£o resistiu √†s complica√ß√Ķes decorrentes da doen√ßa. Ele tinha asma, o que agravou o quadro provocado pelo coronavirius, informou a assessoria da empresa.
Nascido em S√£o Paulo em 12/06/1942, o executivo come√ßou a trabalhar cedo, juntamente com o pai, na corretora Magliano, fundada em 1927, a mais antiga a operar na bolsa brasileira. E foi no mercado de a√ß√Ķes que ele deixou o seu maior legado profissional. ‚ÄúPerdemos hoje um dos nossos fundadores, um dos pioneiros do mercado de capitais e uma das pessoas que mais incansavelmente nos ajudaram a transformar, inovar e nunca perder o esp√≠rito de quem aprende‚ÄĚ, diz comunicado da B3.
‚ÄúN√£o h√° demonstra√ß√£o mais inequ√≠voca do legado e do profundo reconhecimento que devemos ao dr. Magliano Filho do que o fato de a B3 ter hoje 3 milh√Ķes de investidores pessoas f√≠sicas no mercado de capitais. Ele plantou a semente da democratiza√ß√£o e do acesso √† bolsa e n√£o h√° orgulho maior para n√≥s do que ajudar a colher esses frutos‚ÄĚ, diz o CEO da B3, Gilson Finkelsztain.
Magliano Filho presidiu a Bovespa entre os anos de 2001 e 2008, quando a instituição se fundiu com a BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros) para formar a B3. Antes, ele havia sido vice-presidente da bolsa entre 1997 e 2000.

BTG Pactual capta US$ 500 milh√Ķes em green bonds

O BTG Pactual concluiu nesta semana uma emiss√£o de US$ 500 milh√Ķes em green bonds no mercado externo. Os recursos ser√£o destinados pela institui√ß√£o, que acaba de ganhar espa√ßo no √ćndice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3, composto pelas 39 empresas listadas na bolsa com melhor desempenho em sustentabilidade, para financiamentos e refinanciamentos de projetos verdes e/ou com apelo social.
Os pap√©is foram destinados a investidores institucionais qualificados e ser√£o listados na bolsa de valores de Luxemburgo. Com vencimento em 11 de janeiro de 2026, os green bonds do BTG Pactual oferecem retorno de 2,75% ao ano, o menor j√° pago por um emissor brasileiro. O recorde anterior pertencia ao Bradesco, que captou US$ 800 milh√Ķes por tr√™s anos a uma taxa de 2,85%, em janeiro de 2020.

 

Com alta no exterior e vacinação no Brasil, Ibovespa bate recorde

O Ibovespa fechou o preg√£o dessa quinta-feira (7/01) com alta de 2,76%, a 122.365 pontos, um novo recorde da bolsa brasileira. A alta foi impulsionada pelas not√≠cias sobre as vacina√ß√Ķes no Brasil e acompanhou o otimismo dos mercados globais.
O Minist√©rio da Sa√ļde anunciou a assinatura de um contrato com o Instituto Butantan para a aquisi√ß√£o dos 100 milh√Ķes de doses da vacina Coronavac, desenvolvida em parceria com o laborat√≥rio chin√™s Sinovac. Ontem, o ministro Eduardo Pazuello afirmou que a imuniza√ß√£o da popula√ß√£o pode come√ßar ainda neste m√™s de janeiro.
No exterior, os índices também fecharam em forte alta, apesar dos caos e das incertezas no cenário político norte-americano. Lideranças do partido democrata confirmaram nesta quinta-feira que irão pedir o impeachment de Donald Trump, a despeito da proximidade do fim do mandato. O Dow Jones fechou em alta de 0,69%, aos 31.041 pontos, o S&P 500 valorizou 1,48%, aos 3.803 pontos, e o Nasdaq teve ganho de 2,56%, aos 13.066 pontos.
A confirma√ß√£o de uma onda azul, com maioria democrata na C√Ęmara e no Senado dos EUA, segue alimentando o vi√©s altista no curto prazo, j√° que a composi√ß√£o deve favorecer a aprova√ß√£o de novos est√≠mulos fiscais e inje√ß√£o de recursos na economia estadunidense. Em longo prazo, no entanto, a forma√ß√£o do Congresso deve tamb√©m facilitar mudan√ßas regulat√≥rias e um aumento nos impostos corporativos.

√Āgora quer triplicar sua base, chegando a 1,5 milh√£o de clientes

Luis Claudio deFeitas BradescoCom uma base consolidada de 540 mil clientes e um acr√©scimo de 20 a 30 mil novos nomes por m√™s, a √Āgora quer ampliar o espa√ßo que ocupa no atual cen√°rio de investimentos de pessoas f√≠sicas. ‚ÄúVamos triplicar nossa base em pouco tempo, para mais de um milh√£o e meio de clientes‚ÄĚ, diz o novo diretor geral da opera√ß√£o, Luis Cl√°udio de Freitas.
Ele assumiu o comando da √Āgora neste m√™s, em substitui√ß√£o Ricardo Lanfranchi, que foi dirigir a corretora BAC Financial Investments, adquirida recentemente pelo Bradesco por US$ 500 milh√Ķes, na F√≥rida. Com 33 anos de Bradesco, Freitas sempre atuou na √°rea de mercado de capitais, tendo come√ßado na antiga corretora do banco e passado, ao longo desse per√≠odo, por v√°rias √°reas, inclusive a cust√≥dia qualificada, prestando servi√ßos a fundos de pens√£o e gestores. H√° tr√™s anos voltou a atuar na corretora, mas desde dezembro passado, por uma decis√£o estrat√©gica do grupo, toda a √°rea de pessoas f√≠sicas da corretora do Bradesco foi transferida para a √Āgora. Ele foi junto e, desde ent√£o, passou a fazer parte da opera√ß√£o da qual agora assume o comando.
A plataforma possui hoje um portf√≥lio completo de produtos de investimentos, incluindo fundos, a√ß√Ķes, renda fixa, COEs (Certificados de Opera√ß√Ķes Estruturadas) e t√≠tulos de emiss√£o de outros bancos. ‚ÄúS√£o mais de 800 tipos de produtos de investimentos, sendo mais de 400 s√≥ de renda fixa‚ÄĚ, diz Freitas. ‚ÄúCerca de 95% dos bancos s√£o cobertos pela √Āgora, a gente tem CDB, LCA, LCI, n√£o s√≥ do Bradesco mas de todos os outros bancos‚ÄĚ.
Al√©m disso, a casa possui acordos com cerca de setenta diferentes gestores, dos quais distribui pouco mais de 200 fundos. Mant√©m tamb√©m uma equipe pr√≥pria de analistas, que elabora e disponibiliza para os seus clientes uma carteira de investimentos em a√ß√Ķes.
Com R$ 52 bilh√Ķes em cust√≥dia de investimentos, a √Āgora √© a terceira do mercado, atr√°s apenas do Ita√ļ e da XP, que ocupam, respectivamente, a segunda e a primeira posi√ß√£o. Segundo Freitas, a corretora do Ita√ļ tem R$ 69 bilh√Ķes em ativos sob cust√≥dia, sendo o alvo mais imediato da plataforma. ‚ÄúEstamos preparados para a disputa‚ÄĚ, diz ele. O segundo alvo, mais distante, √© a XP. ‚ÄúNossa meta √© chegar √† lideran√ßa do mercado‚ÄĚ, diz.
O grande desafio da casa √© ampliar o seu p√ļblico, daqui para a frente, num ritmo ainda mais r√°pido do que o incremento de 20 a 30 mil novos clientes por m√™s que vinha mantendo at√© aqui. Para isso conta com o apoio do Next, o banco digital do grupo que desde o ano passado, ap√≥s a incorpora√ß√£o da √°rea de pessoas f√≠sicas da corretora Bradesco, passou a oferecer produtos de investimentos da plataforma aos seus clientes. Al√©m disso, a √Āgora est√° come√ßando a explorar mais o potencial dos correntistas da rede do Bradesco, com 5 mil ag√™ncias. E tamb√©m trabalhando com clientes que n√£o pertencem a nenhuma dessas institui√ß√Ķes, Next ou Bradesco, como contas independentes.
Outro canal em observa√ß√£o √© o dos agentes aut√īnomos de investimento (AAIs). Atualmente a √Āgora mant√©m contrato com 14 AAIs, mas h√° uma disposi√ß√£o da casa para examinar novas parcerias. ‚ÄúN√£o √© nossa prioridade, a prioridade no momento √© aproveitar o potencial da rede de varejo do banco, mas nem por isso deixamos de olhar com aten√ß√£o para essa nova modalidade de parceria‚ÄĚ, afirma Freitas.

B3 lan√ßa servi√ßo de p√≥s-negocia√ß√£o para t√≠tulos p√ļblicos federais

A B3 est√° lan√ßando um novo servi√ßo de p√≥s-negocia√ß√£o para opera√ß√Ķes envolvendo t√≠tulos p√ļblicos federais negociados na plataforma eletr√īnica ‚ÄúTrader‚ÄĚ. Os servi√ßos incluem aloca√ß√£o, pr√© matching (processo de casamento de opera√ß√£o entre partes interessadas) e gera√ß√£o autom√°tica de comando para registro no Selic.
Embora lan√ßado inicialmente para opera√ß√Ķes com t√≠tulos p√ļblicos federais, num segundo momento deve incluir tamb√©m Deb√™ntures, CRI, CRA e Cotas de Fundos Fechados. O servi√ßo tem como p√ļblico-alvo corretoras, tesourarias, gestores de recursos e custodiantes que poder√£o acessar o servi√ßo da B3 via Tela ou Mensageria.
Para Guilherme Pimentel, superintendente de Produtos de Renda Fixa da B3, o servi√ßo procura viabilizar o crescimento do mercado de Renda Fixa, uma vez que o processo se assemelha a experi√™ncia de p√≥s negocia√ß√£o que a B3 j√° oferece para o mercado de listados (a√ß√Ķes e derivativos).