Mainnav

Diferenciais preservam posições Movimentações das carteiras rumo à renda fixa desde o segundo semestre do ano passado testaram a capacidade tecnológica dos custodiantes

Para Cruz Filho, do Bradesco, novo arcabouço de normas introduzidas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) obriga empresas de custódia a investir em processos tecnológicos capazes de garantir agilidade e segurança nas entregas
Para Cruz Filho, do Bradesco, novo arcabouço de normas introduzidas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) obriga empresas de custódia a investir em processos tecnológicos capazes de garantir agilidade e segurança nas entregas

Edição 346

Os movimentos fortes que deslocaram grandes volumes de recursos nos diversos mercados, com desvalorização de ativos e, a partir de julho, migração dos investidores para os fundos de renda fixa, tornaram 2021 e o primeiro trimestre de 2022 um período de alterações no mix de aplicações, com reflexos para os serviços de custódia, controladoria e administração fiduciária. Foi crucial manter a visão de longo prazo e assegurar que as estruturas de serviços fossem ágeis e flexíveis o suficiente para atender as de

Tecnologia e agilidade para crescer Em busca de alfa, os clientes têm demandado estruturas mais ágeis e flexíveis, que permitam olhar o caixa das carteiras em tempo real

Para o presidente da Santander Caceis, Joaquin Alfaro Garcia, “a estrutura de tecnologia e o time de profissionais especializados em custódia e administração aumenta a nossa capacidade de atuar de maneira próxima aos clientes”
Para o presidente da Santander Caceis, Joaquin Alfaro Garcia, “a estrutura de tecnologia e o time de profissionais especializados em custódia e administração aumenta a nossa capacidade de atuar de maneira próxima aos clientes”

Edição 346

O ano foi positivo para os negócios de custódia do Santander no Brasil, cuja meta é ser uma referência no mercado de capitais em termos de eficiência, inovação e time, analisa Joaquin Alfaro Garcia, presidente da Santander Caceis. “Foi um ano excelente porque avançamos em todos esses aspectos e conseguimos criar algumas parcerias sustentáveis com os clientes”, avalia. De janeiro a dezembro do ano passado, a casa contabilizou crescimento de 13,7% no volume de ativos sob custódia para o mercado doméstico, o

Foco no investidor estrangeiro Ciclos de liquidação dos negócios cada vez mais rápidos obrigam os prestadores de serviços da área a ter todo o processo automatizado

O Citi aposta em sua capacidade de ir além da custódia e liquidação de títulos e quer ser “os olhos e ouvidos” dos seus clientes estrangeiros no Brasil, diz Roberto Paolino, diretor de securities services do banco
O Citi aposta em sua capacidade de ir além da custódia e liquidação de títulos e quer ser “os olhos e ouvidos” dos seus clientes estrangeiros no Brasil, diz Roberto Paolino, diretor de securities services do banco

Edição 346

Entre os meses de abril de 2021 e março de 2022, período em que o volume total de ativos estrangeiros na indústria de investimentos no Brasil ficou praticamente inalterado, o Citibank manteve a liderança em serviços para esse segmento, com R$ 1,166 trilhão em recursos aplicados por não residentes (Resolução Bacen 4373) ou 66,1% do volume de R$ 1,763 trilhão somado pela indústria nessa categoria. Ao todo, incluindo também os ativos alocados em DRs (Depositary Receipts) a instituição somou R$ 

Custódia segregada traz bons resultados à BNY Mellon

O banco BNY Mellon no Brasil começou este ano elevando de 40 para 70 o número de fundos de investimentos que usam apenas seus serviços de custódia e controladoria mas com administração fiduciária feita por outras casas. As áreas de administração e custódia do BNY Mellon foram separadas em junho do ano passado com o objetivo de crescer em custódia e controladoria através da desvinculação com a área de administração.
“Eram menos de 40 fundos nesse novo modelo em dezembro de 2021, o que mostra que o projeto de fato ganhou velocidade, tem c

Paz e Moraes assumem novas posições no BNY Mellon

Peterson Paz e Marcus Moraes foram nomeados co-heads de asset servicing e digital do BNY Mellon para América Latina e Caribe. Eles se reportarão a Dan Smith, head de asset servicing de América Latina e Canadá.
Ambos acumularão as novas posições com os cargos atuais, Paz como head de Operações no Brasil para o BNY Mellon e Moraes como head de Relationship Management para o Brasil.

BNY Mellon separa áreas de administração e custódia

O BNY Mellon, maior player independente no mercado de custódia brasileiro, com R$ 318 bilhões sob custódia até abril, acaba de inaugurar a primeira etapa do projeto que irá “desplugar” os serviços de administração daqueles de custódia. Até a primeira quinzena de junho, a instituição só oferecia custódia para os fundos que ela própria administrava, mas desde o último dia 21 esse serviço passou a ser oferecido por meio de outro administrador, a XP. “O projeto começou com dois fundos da XP, em volume pequeno ainda, mas irá crescer gradualmente

Peterson Paz é o novo head de operações do BNY Mellon Brasil

Peterson Paz, head de operações do BNY Mellon no Brasil
Peterson Paz, head de operações do BNY Mellon no Brasil

O BNY Mellon anunciou nesta segunda-feira a nomeação de Peterson Paz como novo head de operações da instituição no Brasil, em substituição a Carlos Saraiva que ocupava a função até agora. Apesar da nomeação de Paz, Saraiva continuará na empresa até o final do ano fazendo junto com o novo head um processo de transição para evitar qualquer risco à operação. “Essa é a área mais sensível desse negócio, a transição está sendo feita de uma forma muito cuidadosa”, diz Paz.
Dos 500 profissionais que o BNY Mellon emprega hoje no Brasil, cerca de

Apex Group compra BRL Trust, sua segunda aquisição no Brasil

Peter Hughes, CEO do Apex Group
Peter Hughes, CEO do Apex Group

A Apex Group, empresa com sede nas Bermudas, anunciou nesta quinta-feira (03/06) a aquisição da BRL Trust, o seu segundo negócio na área de serviços fiduciários no Brasil. No final de outubro do ano passado o grupo bermudense já havia adquirido a área de administração e custódia de fundos alternativos do banco Modal.
Segundo a Apex, a nova aquisição acrescenta R$ 209 bilhões em ativos administrados e R$ 166,7 bilhões em ativos sob custódia, em 570 fundos de investimento de uma ampla gama de clientes, que vai de institucionais globais e

Inovação para crescer Investimentos em tecnologia têm sido fundamental para atender às novas demandas do mercado, cada vez mais voltado às alocações em risco

Paulino: questões tributárias que são cruciais para os estrangeiros
Paulino: questões tributárias que são cruciais para os estrangeiros

Edição 337

A disputa pelas principais posições no mercado de custódia não trouxe alterações significativas no pódio no período de abril de 2020 a abril deste ano, mas a pandemia e a captura de novas posições refletem transformações ditadas pelas exigências do ambiente digital e das movimentações de ativos feitas pelos investidores globais e domésticos. Passou a ser vital contar com mais inovação, agilidade e expertise para dar conta do fluxo e das demandas específicas dos clientes sem perder a chance de aumentar a re

Fundações querem customização Fundos de pensão reclamam de falta de conhecimentos específicos por parte de prestadores de serviços sobre a legislação do setor

“Sentimos falta de relatórios customizados de acordo com as necessidades específicas das fundações”, diz Flávia Nazaré, da Prevcom
“Sentimos falta de relatórios customizados de acordo com as necessidades específicas das fundações”, diz Flávia Nazaré, da Prevcom

Edição 337

Considerados essenciais para aumentar a transparência e a segurança das operações que envolvem os ativos dos fundos de pensão, os serviços de custódia, embutidos ou não nos pacotes de administração fiduciária e controladoria, passam por escrutínios cada vez mais rigorosos entre esses investidores. Na Vivest, a custódia, que já foi do Citi, está atualmente centralizada no Bradesco e tem sua avaliação feita periodicamente por meio de um método que atribui notas à qualidade dos serviços prestados. “Além da re