Mainnav

Ata do Copom fala em ‚Äúmaior flexibilidade da pol√≠tica monet√°ria‚ÄĚ

A ata da reuni√£o do Copom, divulgada nesta ter√ßa-feira (26/3), afirma que a raz√£o pela qual o comit√™ reduziu as proje√ß√Ķes de corte dos juros de 0,50 pontos percentuais √† apenas uma reuni√£o √† frente, ao contr√°rio dos comunicados anteriores que apontavam um horizonte mais largo de cortes dos juros, seria a necessidade de ter ‚Äúmaior flexibilidade na condu√ß√£o da pol√≠tica monet√°ria apropriada para o atingimento da meta de infla√ß√£o‚ÄĚ.
Segundo o comunicado, “com as incertezas do cenário, julgou-se apropriado ter maior flexibilidade de política

Previc integra o Comitê da Taxonomia Sustentável Brasileira

O governo federal anunciou nesta segunda-feira (25/3) a criação do Comitê Interinstitucional da Taxonomia Sustentável Brasileira (CITSB), que terá a responsabilidade de criar e implementar um sistema de classificação de atividades, ativos e projetos alinhados à estratégia brasileira para a sustentabilidade. Formado por representante de 27 entidades governamentais, sendo 22 ministérios e também o Banco Central, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (Previc), a Superintendência de Segu

Copom decide por unanimidade cortar Selic em 0,50 pp, para 10,75%

Em linha com as expectativas do mercado o Comitê de Política Monetária (Copom), órgão do Banco Central, reduziu nesta quarta-feira (20/3) a taxa básica de juros, a Selic, em 0,5 ponto percentual, para 10,75% ao ano. A decisão foi tomada por unanimidade pelos nove membros do comitê, formado pelos oito diretores mais o presidente do BC.
Ao contr√°rio dos √ļltimos comunicados do BC, que apontavam novos cortes de igual magnitude para duas reuni√Ķes √† frente, neste comunicado a autoridade monet√°rio limitou-se a fazer essa proje√ß√£o para apenas u

Copom decide por unanimidade cortar Selic para 11,25% ao ano

Por unanimidade o Comit√™ de Pol√≠tica Monet√°ria (Copom) reduziu nesta quarta-feira (31/1) a taxa Selic em 0,5 ponto percentual, para 11,25% ao ano. A decis√£o j√° era esperada pelo mercado financeiro. Em nota, o Copom informou que pretende continuar reduzindo a taxa em 0,5 ponto percentual nas pr√≥ximas reuni√Ķes.
‚ÄúEm se confirmando o cen√°rio esperado, os membros do comit√™, unanimemente, anteveem redu√ß√£o de mesma magnitude nas pr√≥ximas reuni√Ķes e avaliam que esse √© o ritmo apropriado para manter a pol√≠tica monet√°ria contracionista necess√°ria

Copom reduz Selic em 0,5 ponto percentual, para 11,75% ao ano

O Comit√™ de Pol√≠tica Monet√°ria (Copom) decidiu nesta quarta-feira (13/12), ap√≥s dois dias de reuni√£o, cortar a taxa b√°sica de juros em 0,5 ponto percentual, para 11,75% ao ano. A decis√£o, tomada por unanimidade pelos oito membros do Copom, j√° era esperada pelos analistas do mercado financeiro √Č o quarto corte consecutivo da Selic neste ano.
Em comunicado, o Copom informou que continuar√° a promover novos cortes de 0,5 ponto nas pr√≥ximas reuni√Ķes, sem detalhar at√© quando manter√° essa pol√≠tica de redu√ß√£o da Selic. Segundo o Copom, o moment

Susep afirma que só haverá uma criptomoeda brasileira

O Superintendente da Superintend√™ncia de Seguros Privados (Susep), Alessandro Octaviani, afirmou em reuni√£o do Banco Central realizada na quinta-feira (7/12) para discutir o Drex, que sob a perspectiva regulat√≥ria atual essa ser√° a √ļnica criptomoeda brasileira. ‚ÄúOlha, criptomoeda, vai existir apenas uma aqui no Brasil‚ÄĚ, disse.
A afirmação de Octaviani tem relação com a forma como os reguladores vêem as criptomoedas. Em geral, eles classificam Bitcoin, Ethereum etc como criptoativos e não criptomoedas.
Octaviani expressou preocupa√ß√Ķ

Copom corta Selic em 0,5 ponto percentual, para 12,25% ao ano

O Banco Central (BC) cortou os juros b√°sicos da economia pela terceira vez seguida neste ano, em 0,5 ponto percentual, numa decis√£o j√° esperada pelos analistas financeiros. A decis√£o, tomada por unanimidade na tarde da √ļltima quarta-feira (1¬ļ/11) pelo Comit√™ de Pol√≠tica Monet√°ria (Copom), reduziu a Selic para 12,25% ao ano.
Em comunicado, o Copom informou que a economia internacional exige maior atenção e cautela de países emergentes na redução de juros. “O ambiente externo mostra-se adverso, em função da elevação das taxas de juros de

Governo deve indicar nesta semana os dois novos nomes para BC

Fernando Haddad. ministro da Fazenda
Fernando Haddad. ministro da Fazenda

O governo deve indicar ainda nesta semana os nomes dos dois próximos diretores do Banco Central (BC), que irão substituir a diretora de Assuntos Internacionais e de Gestão de Riscos Corporativos, Fernanda Guardado, e o diretor de Relacionamento, Cidadania e Supervisão de Conduta, Maurício Moura. Os mandatos de ambos terminam no final deste ano.
Segundo o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, os indicados s√£o "gente conhecida, gente com experi√™ncia na √°rea, n√£o tem surpresa‚ÄĚ. Haddad deu a declara√ß√£o nesta ter√ßa-feira (24/10), ao sair do

Instru√ß√£o CVM 192 revoga 38 instru√ß√Ķes

A Comiss√£o de Valores Mobili√°rios publicou na quarta-feira passada (18/10) a Resolu√ß√£o 192, que revisa e consolida atos normativos de 38 instru√ß√Ķes, uma resolu√ß√£o e uma delibera√ß√£o do √≥rg√£o. A Resolu√ß√£o CVM 192, que entra em vigor em 1¬ļ de novembro de 2023, revoga as instru√ß√Ķes CVM 158, 295, 337, 339, 347, 354, 360, 397, 431, 451, 456, 478, 482, 486, 488, 493, 500, 507, 517, 518, 525, 528, 532, 533, 537, 546, 548, 551, 571, 573, 575, 580, 584, 585, 589, 590, 595, 601, a resolu√ß√£o CVM 3 e a delibera√ß√£o CVM 866.

Ata do Copom mostra que inflação segue sendo preocupação do BC

A divulga√ß√£o da ata da √ļltima reuni√£o do Comit√™ de Pol√≠tica Monet√°ria (Copom), que resultou em corte da Selic em 0,50 ponto percentual, para 12,75%, mostra que as expectativas de infla√ß√£o acima da meta continuam sendo uma das principais preocupa√ß√Ķes do √≥rg√£o. ‚ÄúAs expectativas de infla√ß√£o, ap√≥s apresentarem reancoragem parcial, seguem sendo um fator de preocupa√ß√£o‚ÄĚ, diz a ata da reuni√£o, divulgada nesta ter√ßa-feira (26) pelo BC, em Bras√≠lia.
Além disso, a ata destaca a preocupação de agentes financeiros com a política fiscal de equilíbri