Mainnav

Dólar sobe para R$ 4,87 e Ibovespa tem leve queda

O dólar fechou nesta segunda-feira (25/04) no valor mais alto do mês, vendido a R$ 4,876 com alta de 1,47% em relação ao fechamento da última sexta-feira. A cotação chegou a iniciar o dia em baixa, mas inverteu a tendência após o início das negociações no mercado norte-americano. No pior momento do dia, por volta das 13h, a moeda chegou a ser vendida a R$ 4,95 mas recuou ao longo da tarde com a diminuição das tensões no exterior.
A divisa está no maior nível desde 22 de março, quando fechou vendida a R$ 4,91. A cotação acumula alta de 2

Private equity e venture capital investem R$ 11,6 bi no 1º tri

Roberto Hadad, sócio da KPMG
Roberto Hadad, sócio da KPMG

Os investimentos dos fundos de private equity e venture capital em empresas brasileiras alcançaram R$ 11,6 bilhões no primeiro trimestre deste ano, valor 8,4% superior aos R$ 10,7 bilhões aportados no mesmo período do ano passado. Os dados são de pesquisa trimestral realizada pela KPMG e a Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (Abvcap).
O crescimento foi impulsionado principalmente pelos investimentos dos fundos de private equity. Segundo a pesquisa, nos três primeiros meses deste ano, os aportes em private equity fo

Operações de renda fixa batem recorde no 1º trimestre

O volume de captações no primeiro trimestre deste ano é recorde na série histórica da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), alcançando R$ 105,2 bilhões e superando em 2,33% os R$ 102,8 bilhões captados no mesmo período de 2021. As operações de renda fixa responderam por R$ 89,1 bilhões (84,7%) do volume total de captações, segundo a Anbima.
De acordo com o vice presidente da entidade, José Eduardo Laloni, o cenário internacional teve um papel importante no resultado da renda fixa no primeiro

Dólar fecha em alta e praticamente anula queda de abril

As tensões em torno do aperto da política monetária nos Estados Unidos fizeram o dólar ter um dia de alta, aproximando-se dos R$ 4,75 e praticamente anulando a queda observada em abril.
O dólar comercial encerrou esta quinta-feira (07/03) vendido a R$ 4,741, com alta de R$ 0,026. A divisa chegou a abrir em baixa, mas passou a subir assim que o mercado norte-americano abriu. Na máxima do dia, por volta das 13h, a cotação chegou a R$ 4,77.
Com o desempenho de hoje, a moeda norte-americana acumula queda de apenas 0,42% em abril. Em 2

Renda fixa se recupera em março, após comunicado do Copom

As carteiras de títulos públicos e de debêntures marcadas a mercado registraram em março as maiores rentabilidades, segundo o Boletim de Renda Fixa da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Essas carteiras avançaram 1,57% e 1,98%, respectivamente, o melhor resultado do ano na comparação com janeiro e fevereiro.
Segundo o economista da Anbima, Marcelo Cidade, os resultados foram impulsionados pela divulgação do comunicado do Copom (Comitê de Política Monetária) em 16 de março, quando a taxa S

Bolsonaro indica Barroso do Nascimento à presidência da CVM

O presidente Jair Bolsonaro indicou o nome do advogado e professor João Pedro Barroso do Nascimento para a presidência da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), em substituição a Marcelo Santos Barbosa cujo mandato termina em 14 de julho deste ano. A indicação de Bolsonaro foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (04/04), em despacho que solicita ao Senado Federal a apreciação do nome de Barroso do Nascimento.

Itaúsa vende 12 milhões de ações classe A da XP

A Itaúsa, braço de investimentos do banco Itaú, anunciou nesta quarta-feira (23/03) que vendeu 12 milhões de ações classe A da XP, correspondente a 2,14% do capital total da corretora, por R$ 1,8 bilhão. Com isso, a Itaúsa passa a deter 11,51% do capital total da XP e 3,63% de seu capital votante, ou 64.470.985 ações ordinárias classe A.
Segundo a Itaúsa, a alienação decorre da decisão estratégica "de reduzir sua participação na XP, conforme divulgado anteriormente, por não se tratar de ativo estratégico, bem como da necessidade de reco

Mercado de capitais movimenta R$ 39,6 bilhões em fevereiro

As operações no mercado de capitais movimentaram R$ 39,6 bilhões em fevereiro, segundo relatório da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). O valor representa um crescimento de 68% em relação ao mês anterior e de 26,8% em relação ao mesmo período de 2021. A alta no volume total de captações foi, em grande parte, estimulada pelo aquecimento da indústria de follow-ons (ofertas subsequentes de ações) e pelo rápido avanço das notas comerciais, que começaram a ser emitidas em novembro.
As notas com

Renda fixa de curto prazo registra bons retornos em fevereiro

Segundo o Boletim de Renda Fixa da Associação Brasileira de Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima), os títulos de renda fixa curto prazo estão entre os ativos que apresentaram o melhor desempenho em fevereiro. Os títulos públicos indexados ao IPCA com prazo de até cinco anos apresentaram valorização de 1,06% no mês.
Para Marcelo Cidade, economista da associação, as carteiras com prazos de vencimento mais curtos, tanto de títulos corporativos como de títulos públicos, vêm registrando retornos atraentes desde o ano pass

Rio faz parceria com Nasdaq para ter bolsa de créditos de carbono

O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, assinou um protocolo de intenções na última terça-feira (8/3) com a Nasdaq e a Global Environmental Asset Plataform (Geap) para implantar no estado uma bolsa de valores para negociação de créditos de carbono e ativos sustentáveis, como energia, clima e florestas. Segundo o governo fluminense, o acordo garantirá ao Rio o protagonismo na economia verde.
A parceria prevê o intercâmbio de informações entre o governo do estado, a Nasdaq e a Geap para a implementação de políticas públicas para c