Receita do mercado segurador soma R$ 270,1 bilhões em 2019

O faturamento do setor de seguros totalizou R$ 270,1 bilhões em 2019, o que representa um crescimento de 12,1% na comparação com 2018, o maior desde 2012. O valor não considera saúde suplementar e DPVAT. Os nichos que mais contribuiram para o resultado foram os seguros de pessoas (15%) – favorecidos pela alta de 13,9% dos planos de riscos e de 16,8% dos planos de acumulação; capitalização (13,8%); responsabilidade civil (19%), rural (15,6%), habitacional (12,5%) e patrimonial (10,9%).

“Os fundamentos econômicos – notadamente inflação controlada e ancoragem da taxa de juros – parecem prenunciar maior diversificação da demanda por seguros em 2020”, afirma Marcio Coriolano, presidente da Cnseg, em comunicado. “O cenário neste ano corrente dependerá crucialmente do aumento do PIB para abrir espaço à recuperação de ramos de seguros caudatários da produção industrial, que é o caso dos grandes riscos patrimoniais. E dependerá também do incremento da renda pessoal e do emprego, combustíveis da demanda por produtos básicos patrimoniais, cobertura de vida, previdenciários, saúde suplementar e capitalização”, complementa o executivo.


Fundos de Pensão