FIP de infraestrutura da Perfin começa a ser negociado na B3

O Perfin Apollo Energia, Fundo de Investimento em Participações em Infraestrutura (FIP-IE), começou a ser negociado hoje na B3. A demanda por cotas do fundo alcançou R$ 3 bilhões, atingindo o preço teto para as cotas com taxa de retorno estimada de IPCA + 5,75% ao ano.

O FIP tem em seu portfólio 6 ativos de linhas de transmissão de energia em parceria com a Alupar, localizados na Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Rio de Janeiro e Mato Grosso. Estes ativos são oriundos de investimentos realizados por fundos geridos pela Perfin Asset Management na fase inicial dos projetos.

“Tivemos grande aderência de investidores pessoa física, uma vez que o fundo possui isenção de imposto de renda nos rendimentos e no ganho de capital”, aponta a diretora de operações da Perfin, Carolina Rocha. Os investidores institucionais foram responsáveis por 10% da oferta, enquanto os investidores de varejo responderam por 90% da captação, que totalizou cerca de 4 mil investidores qualificados.

“Os ativos de transmissão que compõem esses fundos estão atrelados a concessões de 30 anos, com receitas indexadas à inflação. Isso nos dará maior previsibilidade financeira para um cenário de longo prazo, proporcionando perenidade da gestora e possibilidade de seguirmos investindo de maneira robusta no país”, destaca o sócio fundador da Perfin, Ralph Gustavo Rosenberg.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso