Mainnav

Fundos de crédito esperam atrair de volta dinheiro que foi para FIIs

A proposta de reforma tribut√°ria que, caso seja aprovada, dever√° impactar mais pesadamente os retornos dos fundos de investimento imobili√°rio (FIIs), poder√° ter um efeito positivo para os fundos de cr√©dito privado, acredita o novo head de cr√©dito da Schroders, Daniel Palaia. ‚ÄúA proposta mant√©m a isen√ß√£o para CRIs, CRAs e LCIs, o que significa que os ativos de cr√©dito n√£o ser√£o afetados. Poder√° haver, por outro lado, recursos fluindo para os fundos de cr√©dito porque em 2020, quando a crise da pandemia provocou um forte movimento de resgates nestas carteiras, que perdurou por quase um ano e meio, a classe que mais recebeu esses recursos foi a dos FIIs, ent√£o agora o dinheiro poder√° fluir de volta para o cr√©dito‚ÄĚ, avalia Palaia.
Esse tende a ser mais um fator de alta na capta√ß√£o, num cen√°rio que j√° √© considerado ben√©fico porque o novo ciclo de alta dos juros tem tornado os retornos de cr√©dito privado cada vez mais atrativos e alguns desses fundos projetam ganhos de 8% a 10% nominais ao ano, observa o executivo. Ele lembra que essa atratividade j√° garantiu capta√ß√£o l√≠quida positiva em torno de R$ 50 bilh√Ķes para a ind√ļstria de investimentos em cr√©dito privado no primeiro semestre deste ano, gra√ßas √† melhora registrada de maio para c√°.
A Schroders pretende entrar no segmento de real estate mas com foco exclusivamente em oportunidades no exterior, por meio de um fundo de a√ß√Ķes que ser√° trazido ao Brasil no terceiro trimestre deste ano, explica o diretor comercial da casa, Fernando Cortez. ‚ÄúO objetivo √© alavancar nosso expertise global e usar a divis√£o de real estate l√° fora, com estrat√©gias l√≠quidas e il√≠quidas. Ser√° um fundo de a√ß√Ķes focado em empresas do segmento imobili√°rio global‚ÄĚ, diz Cortez. No mercado brasileiro, o apetite da Schroders por im√≥veis ficar√° restrito a ativos para lastrear fundos de cr√©dito, mas isso ainda vai depender dos pr√™mios e do impacto tribut√°rio sobre o setor, explica Daniel Palaia.