Banco Votorantim investe em fintech de crédito

O Banco Votorantim, por meio da sua unidade de inovação, BVx, lidera nova rodada de investimento de R$ 80 milhões na WEEL, fintech de crédito que utiliza inteligência artificial para otimizar o fluxo de caixa de pequenas e médias empresas no Brasil.  Além do aporte, o banco ampliará a disponibilidade de funding para a fintech em até R$ 800 milhões.

"O sofisticado modelo de análise e inteligência de dados da WEEL aliado à estrutura de capital do banco BV, aumentará a oferta de serviços complementares de recebíveis no país”, afirma Guilherme Horn, diretor de Estratégia e Inovação do banco BV.

Criada em 2015, a WEEL é uma fintech que antecipa recebíveis de maneira mais fácil a pequenas e médias empresas brasileiras. A empresa foi fundada em Tel Aviv pelos brasileiros Simcha Neumark e Shmuel Kalmus, e pelo norte-americano Russell Weiss.

O Brasil foi a primeira economia mundial em que a totalidade das notas fiscais passou a ser emitida de forma digital e seguindo um único padrão. "Esse ecossistema digital nos ofereceu um campo fértil para introduzir a inteligência artificial num nicho em que os processos manuais de análise de risco e de negociação ainda estão fossilizados em várias partes do mundo", diz Neumark.


Fundos de Pensão