Mainnav

Focus mostra ligeira queda na projeção da inflação deste ano

Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (13/12) pelo Banco Central (BC), com as projeções das instituições para os principais indicadores econômicos, indica redução na expectativa da inflação de 2021 de 10,18% para 10,05%. É a primeira redução após 35 semanas consecutivas de alta da projeção do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Para 2022, a estimativa do IPCA manteve-se em 5,02%. Para 2023 e 2024 a previsão tb apresentou redução, de 3,50% para 3,46% e de 3,10%, para 3,09%, respectivamente.
A previsão para 2021 e

Original tem três projeções entre as Top 5 do BC, em novembro

O Banco Central divulgou nesta quinta-feira (10/12) o ranking Top 5 de novembro, com a lista das instituições mais precisas nas projeções de curto e médio prazo para os indicadores de inflação (IPCA e IGP-M) e câmbio. Não foi divulgada a lista das instituições que se destacaram nas projeções da taxa Selic. Participam da pesquisa realizada mensalmente pelo BC mais de uma centena de instituições do mercado financeiro e de investimentos, além de fundos de pensão, consultorias e algumas empresas do setor real da economia com departamentos de fin

Copom eleva Selic para 9,25%, maior taxa dos últimos quatro anos

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central elevou nesta quarta-feira (08/12), por unanimidade, a taxa básica de juros, a Selic, em 1,5 ponto percentual, para 9,25% ao ano. É a maior taxa dos últimos quatro anos. A decisão era esperada por analistas do mercado financeiro, como uma resposta do BC frente ao aumento da inflação. Esse foi o sétimo reajuste consecutivo na taxa Selic, depois de passar seis anos sem elevação.
De março até agora o Copom já elevou a taxa em 7,25 pontos percentuais.Foram dois aumentos de 0,75 pp em ma

Economistas da Anbima projetam Selic em 11,75% em maio de 2022

Os economistas que compõem o Grupo Consultivo Macroeconômico da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) projetam uma inflação de 9,25% para 2021, ante 8,75% apontada na reunião anterior do grupo, em outubro. A Selic deve fechar em 9,25% na reunião do Copom de hoje (08/12), com alta de 1,5 ponto percentual em relação à taxa atual. A expectativa é que os juros subam mais 1,5 pp na primeira reunião do Copom do próximo ano, para 10,75%, com mais dois aumentos, de 0,75 pp e de 0,25 pp nos encontros segui

Mercado estima Selic a 9,25% ao fim da reunião do Copom

O Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, começou nesta terça-feira sua reunião de dois dias para decidir, pela última vez neste ano, a taxa de juros básica da economia. A decisão será comunicada amanhã ao encerramento da reunião, e a expectativa do mercado aponta para uma Selic de 9,25% ao ano, uma alta de 1,5 ponto percentual em relação à taxa atual.
A reunião do Copom acontece em meio à uma elevação generalizada dos preços na economia e expectativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) próximo de zero ou até n

Expectativas da inflação crescem e projeções do PIB caem

Boletim Focus divulgado nesta segunda-feira (6/12) pelo Banco Central (BC), com as projeções das instituições para os principais indicadores econômicos, indica um aumento na expectativa da inflação de 2021 de 10,15% para 10,18%. É a 35ª elevação consecutiva da projeção do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Para 2022, a estimativa do IPCA subiu de 5% para 5,02%. Para 2023, a previsão passou de 3,42% para 3,50% e para 2024 foi mantida em 3,10%.
A previsão para 2021 está acima da meta de inflação que deve ser perseguida

PEC dos Precatórios traz perdão previdenciário de R$ 36 bilhões

A aprovação da PEC dos Precatórios nesta quinta-feira (02/12) pelo Senado, em votação em dois turnos, inclui emenda que parcela as dívidas previdenciárias dos municípios com o Regime Geral de Previdência Social (RGPS) em até 240 meses e reduz parcialmente as multas, juros, encargos legais e honorários advocatícios. Desde que comprovem terem adotado regras previdenciárias semelhantes às do regime próprio da União, os municípios inadimplentes poderão parcelar dívidas previdenciárias vencidas até 31 de outubro de 2021 em até 20 anos, com reduçã

PIB cai 0,1% no trimestre e Brasil entra em “recessão técnica”

Levantamento divulgado nesta quinta-feira (02/12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) indica que o Produto Interno Bruto (PIB) caiu 0,1% no terceiro trimestre deste ano na comparação com o trimestre anterior. É a segunda queda trimestral consecutiva do PIB. Com isso, o País entra numa recessão técnica, destacaram análises de várias instituições financeiras.
“Hoje descobrimos que já estamos em recessão técnica, e agora antecipamos crescimento econômico negativo (-0,5%) em 2022. Com a inflação rodando acima de dois

Mais trabalhadores com carteiras assinada no setor privado

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta terça-feira os números da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), que indicou um aumento no número de brasileiros com carteira de trabalho assinada no setor privado. Segundo a pesquisa, sem contar os trabalhadores domésticos, esse número atingiu 33,5 milhões de pessoas no terceiro trimestre de 2021, um avanço de 4,4% na comparação com o trimestre anterior (mais 1,4 milhão de pessoas) e de 8,6% em relação ao mesmo período de 2020 (mais 2,7 mi

BD e CV da Desban fecham outubro com rentabilidade negativa

A Desban, fundo de pensão dos funcionários do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) fechou outubro com rentabilidade negativa em seus dois principais planos. O plano de Benefício Definido (BD), com investimentos de R$ 951,56 milhões, fechou o mês com rentabilidade de -1,81% frente a uma meta atuarial de 1,61%. Já o plano de Contribuição Variável (CV), com investimentos de R$ 12,80 milhões, fechou outubro com rentabilidade de -2,66% frente a uma meta atuarial de 1,52%.
No ano, até outubro, o BD tem uma rentabilidade acumulada d