Mainnav

Diretoria da Petros é reconduzida para novo mandato de um ano

petros1O Conselho Deliberativo da Petros, fundo de pensão que tem a Petrobras como principal patrocinador, aprovou a recondução da sua diretoria executiva para mais um ano de mandato. A diretoria é composta pelo presidente Henrique Jäger e pelos diretores de investimentos Paulo Werneck, de seguridade Marco Aurelio Viana e de riscos, finanças e tecnologia, João Marcelo Torres.
O CD tamb√©m aprovou as demonstra√ß√Ķes cont√°beis da funda√ß√£o referentes a 2023. A Petros fechou o ano passado com um patrim√īnio de R$ 130,5 bilh√Ķes, 8% acima da marca de R$ 120,8 bilh√Ķes alcan√ßada no final de 2022. Em nota, a entidade reafirma informa√ß√£o j√° divulgada anteriormente e publicada por Investidor Institucional no final de fevereiro, de que sua rentabilidade consolidada de 2023 foi de 12,6%, superando o objetivo m√©dio de 9,7% considerando todos os planos administrados. O retorno l√≠quido dos investimentos somou R$ 13,3 bilh√Ķes, 70% superior ao obtido em 2022, contribuindo para o super√°vit de R$ 1,5 bilh√£o no exerc√≠cio.
O resultado positivo da carteira de investimentos em 2023 √© resultado, em parte, da estrat√©gia de imuniza√ß√£o dos planos de benef√≠cio definido, que consiste na compra de t√≠tulos p√ļblicos em √©pocas de juros altos para "imunizar" seus passivos atuariais de longo prazo. Ao todo, foram movimentados mais de R$ 83,4 bilh√Ķes entre compras e vendas de t√≠tulos p√ļblicos no ano passado, garantindo a imuniza√ß√£o de 82% dos planos, na m√©dia.
Os dois maiores planos de benef√≠cio definido, o PPSP-R (Plano Petros do Sistema Petrobras ‚Äď Repactuados) e o PPSP-R (Plano Petros do Sistema Petrobras ‚Äď N√£o Repactuados), encerraram 2023 com super√°vit de R$ 12,8 milh√Ķes e R$ 1,29 bilh√£o, respectivamente. Para ver mais resultados dos planos clique aqui